Fim de ano: época de atualizar a carteira de vacinação das crianças - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Fim de ano: época de atualizar a carteira de vacinação das crianças

Apesar de as férias serem a época mais procurada para colocar as vacinas em dia, o Hospital Pequeno Príncipe reforça que é importante que a atualização seja feita durante o ano também
03/12/2021
É essencial que a vacinação seja lembrada durante o ano todo.

 

A vacinação é essencial para o desenvolvimento saudável das crianças e para a prevenção de várias doenças. As vacinas estimulam a produção de anticorpos no organismo, que impedem que os microrganismos provoquem infecções. No Brasil, manter a carteira de vacinação atualizada é obrigatório, segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Nas férias escolares, os pais costumam atualizar as vacinas dos filhos. No entanto, é importante ressaltar que a vacinação deve ser lembrada durante o ano todo.

“É muito importante que a população seja imunizada com todas as vacinas recomendadas pelo Calendário Nacional de Vacinação, principalmente as crianças, que possuem sistema imunológico em desenvolvimento, sendo mais suscetíveis à aquisição de infecções, quando comparadas aos adultos”, explica a coordenadora do Centro de Vacinas Pequeno Príncipe, Heloisa Ihle Giamberardino.

A coordenadora do Centro de Vacinas Pequeno Príncipe, Heloisa Ihle Giamberardino, reforça a importância da vacina.

Segundo ela, as viagens sempre são um fator que levam à atualização da carteira de vacinação, mas o ideal é rever o Calendário de Vacinação da criança ou adolescente com antecedência, no mínimo duas semanas antes da viagem.  “Se a criança está com todas as vacinas em dia, conforme  o Programa Nacional de Imunizações (PNI), Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e Sociedade Brasileira de Imunização (SBIm), a única preocupação para os pais é verificar com o pediatra se existem recomendações específicas para o destino escolhido, principalmente em viagens para o exterior ou lugares isolados”, completa a médica, que também é coordenadora do Serviço de Epidemiologia e Controle de Infecção Hospitalar do Hospital Pequeno Príncipe.

Para a vacina da Febre Amarela é preciso emitir o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), que pode ser obrigatório.

Importância das vacinas
As vacinas definidas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e Sociedade Brasileira de Imunização (SBIm) são seguras, eficazes e   previnem diversas doenças, como a poliomielite, sarampo e meningites, por exemplo. “Para as vacinas que necessitam de mais de uma dose, é imprescindível que os pais fiquem atentos e levem os filhos para a aplicação das demais doses, pois somente com o esquema vacinal completo é que se alcança a devida proteção”, afirma Heloisa. Embora a vacinação seja primordial para reduzir a ocorrência de doenças imunopreveníveis, a cobertura vacinal ficou abaixo da média no Brasil em 2020, segundo o Ministério da Saúde, é importante que os pais levem os filhos para se vacinarem, aumentando a cobertura vacinal no país.

Sobre o Centro de Vacinas

O Centro de Vacinas conta com uma infraestrutura de alta qualidade e uma equipe multiprofissional.

O Centro de Vacinas Pequeno Príncipe é referência no atendimento a pessoas de todas as idades. Fundado há mais de 20 anos, é destaque pela qualidade e diversidade dos serviços que disponibiliza. O Centro de Vacinas conta com uma infraestrutura de alta qualidade e uma equipe multiprofissional, com médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem capacitados para atender os pacientes com excelência, cuidado e segurança.

Serviço
– Endereço: Rua Desembargador Motta, 913, Água Verde
– Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h. Aos sábados, das 8h às 18h
– Contato: (41) 3310-1414 e (41) 3310-1141

 

+ Notícias

23/05/2022

Voluntários do Pequeno Príncipe retornam às atividades presenciais

A retomada foi possível com todos os cuidados que o momento de pandemia do coronavírus ainda exige
19/05/2022

Representantes do CEDCA visitam o Centro de Reabilitação e Convivência Pequeno Príncipe

A unidade, que foi reestruturada, atende a diferentes tipos de deficiências de forma integral e humanizada
18/05/2022

Em um ano, Hospital atende mais de 600 crianças e adolescentes vítimas de violência

Em comparação com o ano anterior, o aumento de casos foi de 11%; mais da metade das ocorrências aconteceu na residência da própria criança
17/05/2022

Pequeno Príncipe inicia campanha televisiva para captação de recursos

A iniciativa busca dar mais visibilidade para a causa da saúde infantojuvenil, além de contribuir para a sustentabilidade econômico-financeira da instituição
16/05/2022

Atualização do calendário vacinal pode prevenir casos de SRAG no público infantojuvenil

Diversas doenças respiratórias podem evoluir para a síndrome aguda grave. O Pequeno Príncipe alerta que as medidas de prevenção, como a imunização, precisam ser mantidas
15/05/2022

Sintomas da mucopolissacaridose aparecem na primeira infância

A doença rara é genética e neurodegenerativa, que evolui com sintomas multissistêmicos
Ver mais