Festa reúne crianças e adolescentes que passaram por transplante - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Festa reúne crianças e adolescentes que passaram por transplante

Cerca de 200 pessoas compareceram ao evento
12/12/2012
Pacientes e familiares comemoram sucesso dos transplantes do Pequeno Príncipe

A alegria tomou conta da manhã desta quarta-feira (12) na festa que reuniu transplantados, familiares, equipe médica e funcionários dos serviços de transplantes do Hospital Pequeno Príncipe. A homenagem encerra o ano de atividades que contabiliza muitas história de desafios, alegrias, sucesso e de muitas oportunidades de vida a pacientes e familiares que passaram pelo Hospital.

Para o chefe da equipe de Transplante de Fígado do Pequeno Príncipe, Júlio César Widerker, a festa significa o momento de agradecer a toda equipe pela incansável luta pela vida dos pacientes. “Temos muito a agradecer pela oportunidade que temos de aprender e transmitir o nosso conhecimento que com ele transformamos a realidade de muitas crianças e seus familiares”, diz o médico.

Em 2012 o serviço de Transplante de Fígado completou 12 anos. Atualmente é referência no tratamento da criança com doenças hepáticas e transplantes de fígado. Já o transplante de rim, que iniciou suas atividades em 1989, até hoje já completou 256 operações. Só neste ano foram realizadas 23 (com um aumento significativo no número de doadores falecidos). Entre eles está a realização do primeiro transplante realizado em uma criança com menos de 10 quilos.

Vitória percebida no sorriso do garoto Davi, de 3 anos, que durante a festa esbanjou saúde e foi o garoto propaganda de um vídeo que mostrou sua trajetória de vida. “Pequena, mas intensa”, como diz Anderson do Nascimento, pai de Davi que, aos 9 meses, passou por um transplante de fígado com sucesso. “A vida de meu filho devo a esta equipe que com muito cuidado, profissionalismo e carinho nos ajudou neste momento de desafio”, conta o pai que orgulhoso trouxe de Maringá toda a família, esposa e mais dois filhos, para prestigiar a festa.

O diretor clínico Donizetti Giamberardino ressaltou a importância da doação de órgãos e elogiou toda equipe envolvida nos serviços de transplantes. “Cada um de nós tem uma tarefa e a tarefa da sociedade é a conscientização da importância da doação de órgãos e o benefício que isso traz ao próximo é o mais importante”, comenta. “Ao ver tanta gente assim, a sensação que tenho é que o caminho está certo”, conclui o diretor.

Depoimentos:
“O Hospital Pequeno Príncipe se tornou para nós uma referência quando falamos de amor ao próximo”. Anderson Nascimento, pai de Davi que aos 9 meses realizou um transplante de fígado.

“Nossa função primordial é garantir a transparência na captação e doação de órgãos. Incentivar esta atitude faz a diferença e vocês são prova desta doação”. Arlene Badoch diretora da Central de Transplantes do Estado do Paraná.

“Foi uma vitória. O Hospital Pequeno Príncipe está de parabéns. Internamos várias vezes e sempre fomos muito bem atendidos. Só tenho a agradecer”. Adriana Rodrigues, mãe de Tiago Rodrigues de Oliveira, 6 anos, que realizou transplante quando tinha 8 meses.
“Agradeço a equipe da Nefrologia que sempre passou segurança no tratamento de minha filha. Sou grata a todos”. Silvana Regina Menesso, mãe de Daiana Minesso que realizou transplante há 4 meses.

“Minha vida melhorou bastante. Hoje tenho plena consciência que a minha vida dependeu dessa equipe”. José Lucas de Oliveira, 17 anos, iniciou seu tratamento com 11 anos no pequeno Príncipe.

+ Notícias

02/12/2022

Mitos e verdades sobre convulsões

Distúrbio que provoca grande apreensão nos pais, as convulsões precisam de acompanhamento médico
29/11/2022

Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
25/11/2022

Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
24/11/2022

Pequeno Príncipe vence o Prêmio Líderes Regionais Paraná 2022

A instituição foi premiada na categoria ESG – Responsabilidade Social. O reconhecimento destaca empresas, organizações e empresários que contribuíram para o desenvolvimento do estado
23/11/2022

Câncer pediátrico: diagnóstico precoce pode salvar até 84% dos pacientes

Referência nacional no tratamento de doenças onco-hematológicas há meio século, Hospital Pequeno Príncipe alerta sobre sintomas
21/11/2022

Pequeno Príncipe atua na prevenção da resistência aos antimicrobianos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1,3 milhão de pessoas morram a cada ano devido aos efeitos dessa resistência  
Ver mais