Epilepsia é tema de encontro on-line promovido pelo Pequeno Príncipe

Notícias

Epilepsia é tema de encontro on-line promovido pelo Pequeno Príncipe

A conscientização e a desmitificação da doença foram destaque no evento, que contou com a participação de oito palestrantes
30/03/2022
epilepsia
A epilepsia é uma condição crônica, não contagiosa e que afeta pessoas de todas as idades.

 

Em 26 de março, países de todo o mundo celebram o “Purple Day”, um dia voltado a reflexões e esforços internacionais em prol da conscientização sobre a epilepsia. O Hospital Pequeno Príncipe, referência nacional no Serviço de Neurologia, juntou-se a essa mobilização e realizou, de forma on-line e gratuita, o primeiro Encontro Pequeno Príncipe sobre Epilepsia, destinado a profissionais de saúde.

A epilepsia é uma das doenças neurológicas mais comuns. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), afeta quase 50 milhões de pessoas em todo o mundo. A crise epiléptica é caracterizada por uma descarga elétrica anormal no cérebro que causa convulsões. A doença pode desencadear alterações do comportamento e do movimento do corpo e, em alguns casos, perda de consciência.

Na abertura do evento, o diretor-técnico do Pequeno Príncipe, Donizetti Giamberardino Filho, reforçou o momento como uma importante iniciativa para a difusão de informações. “É preciso que todos nós tenhamos esses conhecimentos, partindo dos nossos especialistas, chegando aos pediatras, à atenção primária e até todas as famílias que representam nossa sociedade. Um ponto vital desse encontro é a desmitificação da doença, que afeta nossa sociedade e fica, por muitas vezes, escondida, assim como o acesso ao tratamento da forma mais humana possível”, disse.

Especialistas abordaram diferentes aspectos da epilepsia

O Encontro Pequeno Príncipe sobre Epilepsia contou com a participação de profissionais do Complexo e de outras instituições para debater sobre diferentes aspectos do tema. Além da introdução sobre o que é a doença, também foram abordados temas como a realização da dieta cetogênica, a terapia VNS e convulsão febril simples e complexa, e também o papel do eletroencefalograma (EEG) e videoencefalograma (vídeo-EEG) como exames complementares referentes à epilepsia.

“Atualmente temos um grande esforço em fazer com que os estigmas da epilepsia sejam diminuídos, pois ainda existe uma discriminação que assusta as famílias, a população e até a classe médica. Uma conscientização melhor sobre o tema possibilita que a população seja mais bem atendida e tenha conhecimento sobre sua própria doença e quais condutas os profissionais de saúde devem tomar”, destacou a coordenadora do Ambulatório de Doenças Raras do Pequeno Príncipe, Mara Lucia Schmitz.

Já o coordenador do Serviço de Neurologia do Pequeno Príncipe, Alfredo Löhr, reiterou que a epilepsia é uma condição crônica, não contagiosa e que afeta pessoas de todas as idades. “Estima-se que 70% das pessoas portadoras de epilepsia poderiam ficar livres das crises se fossem adequadamente tratadas, então falarmos sobre o tema abre possibilidades a muitas pessoas”, enfatizou.

Serviço de Neurologia

O Serviço de Neurologia do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional e conta com um Ambulatório de Epilepsia. A instituição ressalta a importância do diagnóstico precoce e tratamento individualizado com acompanhamento com médico neurologista especializado, para garantir uma boa qualidade de vida aos pacientes. A iniciativa do evento on-line reforça um dos princípios do Hospital que é a disseminação do conhecimento, além de seu papel de referência em atendimento pediátrico e na proteção de crianças e adolescentes.

Acompanhe os conteúdos também nas redes sociais do Pequeno Príncipe e fique por dentro de informações de qualidade – FacebookInstagramTwitterLinkedIn e YouTube

+ Notícias

27/01/2023

Hanseníase: atenção aos sinais e sintomas auxilia diagnóstico

Neste Dia Mundial de Combate à Hanseníase, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de se buscar os serviços de saúde logo no aparecimento dos primeiros sinais e lembra que a doença tem cura
25/01/2023

Gastrosquise: diagnóstico é possível pelo ultrassom na gestação

O Hospital Pequeno Príncipe é referência no tratamento cirúrgico da doença, que é uma malformação rara da parede abdominal ocasionada ainda na formação do feto
23/01/2023

Saiba tudo sobre viroses em crianças

Hospital Pequeno Príncipe chama atenção de famílias para quadros virais comuns durante o verão
20/01/2023

Como cuidar da saúde mental na infância e adolescência?

O Hospital Pequeno Príncipe chama atenção para o tema e sugere atitudes de pais e responsáveis para contribuir com seus filhos
18/01/2023

Centro de Reabilitação e Convivência Pequeno Príncipe atende de forma integral crianças e adolescentes com deficiência

A unidade conta com laboratório de marcha, parque adaptado e sala de realidade virtual
16/01/2023

ALTA COMPLEXIDADE | Serviço de Radiologia Intervencionista

A especialidade trata doenças complexas em procedimentos minimamente invasivos. Saiba mais sobre o serviço na série de alta complexidade
Ver mais