Destine 3% do Imposto de Renda à causa da saúde infantojuvenil - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Destine 3% do Imposto de Renda à causa da saúde infantojuvenil

Declaração deve ser feita até 29 de abril e pode colaborar com os trabalhos realizados pelo Hospital Pequeno Príncipe
04/04/2016

12923313_800530190052164_1783504597848532440_nEstá chegando o prazo para a declaração obrigatória do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF 2016), ano-calendário de 2015. Até o dia 29 de abril, quem declara o IR na modalidade completa pode ainda fazer a diferença na vida de milhares de crianças e adolescentes. Para isso, basta destinar 3% do imposto devido ao Fundo para a Infância e Adolescência (FIA), que beneficia, por exemplo, o Hospital Pequeno Príncipe.

A instituição filantrópica, às vésperas de completar 100 anos, conta com o apoio de cidadãos e empresas para manter e ampliar os seus trabalhos. “Contamos com a sensibilidade do contribuinte, que além de cumprir a sua obrigação com o governo federal tem a oportunidade de ajudar a viabilizar as nossas atividades de assistência e pesquisa. O processo é simples e permite ao doador acompanhar como o recurso é utilizado. E para nós as doações pelo Imposto de Renda são de fundamental importância”, reforça a diretora executiva do Hospital, Ety Cristina Forte Carneiro.

O imposto de muita gente tem feito a diferença no atendimento oferecido pelo Pequeno Príncipe à população. Em 2006, 110 pessoas optaram por investir em projetos do Pequeno Príncipe. Em dez anos, após o aperfeiçoamento desse trabalho, já são mais de 1.060 pessoas. As contribuições representaram 12,5% do total captado via renúncia fiscal em 2014.

No entanto, essa colaboração poderia ser ainda maior. De acordo com dados da Receita Federal relativos ao ano-calendário de 2014, a doação de parte do IR em Curitiba, tem potencial de R$ 134 milhões. No entanto, nem 4% desse valor foi utilizado, apenas R$ 5.223.265,54 foram destinados a projetos sociais.

“Quando se olha para o Brasil, percebemos que muito ainda precisa ser feito para estimular o contribuinte a doar o seu imposto de renda. Segundo a Receita Federal, R$ 5,69 bilhões poderiam ter sido destinados a projetos sociais em 2014, no entanto, apenas R$ 98,39 milhões foram utilizados, cerca de 1.7%. Temos muito trabalho”, completa Ety.

Como doar:
12003161_795466600558523_6579376242020757525_n

+ Notícias

22/05/2024

Qual é a importância do vínculo afetivo na Primeiríssima Infância?

A ligação entre a criança e seus cuidadores se estabelece ainda na gravidez e se estende por um longo caminho após o nascimento
18/05/2024

Aumentam registros de violência contra crianças e adolescentes

Nas últimas duas décadas, foram mais de nove mil pacientes atendidos no Hospital Pequeno Príncipe por maus-tratos; violência sexual predomina
17/05/2024

Pequeno Príncipe mobilizado pelo Rio Grande do Sul

Iniciativas vão desde teleconsultas a crianças e adolescentes em parceria com hospital gaúcho até mobilização de profissionais
15/05/2024

Como falar sobre as enchentes com as crianças?

Hospital Pequeno Príncipe destaca a importância de agir com sensibilidade e estar atento aos sinais de sofrimento manifestados pelos pequenos
13/05/2024

É normal a criança ter amigos imaginários?

A criação desses personagens é comum no desenvolvimento infantil, mas veja alguns sinais que indicam atenção a essa prática
09/05/2024

Ministra da Saúde visita área onde será o Pequeno Príncipe Norte

Nísia Trindade de Lima destacou a importância do projeto e da instituição para a saúde infantil do país
Ver mais