Crianças atendidas por programa do Pequeno Príncipe têm tarde de diversão - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Crianças atendidas por programa do Pequeno Príncipe têm tarde de diversão

Apresentações musicais, lanche e entrega de presentes deram o tom à programação especial no mês em que se comemora o Dia das Crianças para os beneficiados do Programa de Apoio, Proteção e Assistência às Crianças e Adolescentes com Mielomeningocele (APPAM)
22/10/2013
Apresentação do Grupo Mundaréu na APPAM
Apresentação do Grupo Mundaréu na APPAM

Uma programação especial proporcionou uma animada tarde de atividades voltadas aos beneficiados pelo Programa de Apoio, Proteção e Assistência às Crianças e Adolescentes com Mielomeningocele (APPAM), do Hospital Pequeno Príncipe. Foi no último sábado, dia 19, na sede da APPAM, em São José dos Pinhais. Apresentações musicais, um lanche especial, a distribuição de presentes e a entrega de cestas básicas e de material médico para as famílias atendidas pelo projeto marcaram a ação, realizada ainda em comemoração ao Dia das Crianças.

Ao todo, 164 pessoas participaram do evento e 43 crianças e adolescentes ganharam brinquedos e doces. O Grupo Mundaréu apresentou o espetáculo Encanto de Brincar, com músicas que foram compostas durante um projeto cultural promovido no Hospital – realizado pelo Ministério da Cultura, com financiamento via Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, e apresentado pela empresa de marketing cultural e social CGC-CSA – e que fazem parte de um CD homônimo. Outra apresentação foi a do Coral Apolar, formado por colaboradores da Apolar Imóveis. As atividades foram colocadas em prática com o apoio de seis colaboradores e 11 voluntários do Pequeno Príncipe.

Sobre a APPAM
A Associação dos Pais e Amigos das Crianças Portadoras de Mielomeningocele (APPAM) foi fundada em 1992 por pais, médicos, assistentes sociais e outras pessoas envolvidas com o tratamento da doença. Após um período de transição, foi incorporada à Associação de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro – mantenedora do Pequeno Príncipe – e atualmente é um programa do Hospital. Realiza atendimentos de fisioterapia e hidroterapia, ações sociais e eventos culturais, entre outras atividades.

Sobre a CGC-CSA
A empresa de marketing cultural e social CGC-CSA tem como foco projetos de arte, com destaque para acessibilidade. Ela abre novos espaços de atuação, promove e incentiva o acesso à cultura, valoriza artistas nacionais e contribui para a formação de plateia, levando a arte para toda a comunidade, especialmente crianças, adolescentes e familiares do Hospital Pequeno Príncipe, de Curitiba (PR). A empresa desenvolve seus projetos culturais partindo da certeza de que a arte inclui e transforma.

Mielomeningocele
É uma doença congênita que provoca má formação na coluna vertebral. É uma das mais graves anormalidades do tubo neural, podendo variar do tipo oculto até uma espinha aberta, e causar uma incapacidade neurológica grave ou até mesmo a morte. A mielomeningocele não tem cura, mas com alguns tratamentos específicos é possível proporcionar melhor qualidade de vida aos doentes.

+ Notícias

23/05/2022

Voluntários do Pequeno Príncipe retornam às atividades presenciais

A retomada foi possível com todos os cuidados que o momento de pandemia do coronavírus ainda exige
19/05/2022

Representantes do CEDCA visitam o Centro de Reabilitação e Convivência Pequeno Príncipe

A unidade, que foi reestruturada, atende a diferentes tipos de deficiências de forma integral e humanizada
18/05/2022

Em um ano, Hospital atende mais de 600 crianças e adolescentes vítimas de violência

Em comparação com o ano anterior, o aumento de casos foi de 11%; mais da metade das ocorrências aconteceu na residência da própria criança
17/05/2022

Pequeno Príncipe inicia campanha televisiva para captação de recursos

A iniciativa busca dar mais visibilidade para a causa da saúde infantojuvenil, além de contribuir para a sustentabilidade econômico-financeira da instituição
16/05/2022

Atualização do calendário vacinal pode prevenir casos de SRAG no público infantojuvenil

Diversas doenças respiratórias podem evoluir para a síndrome aguda grave. O Pequeno Príncipe alerta que as medidas de prevenção, como a imunização, precisam ser mantidas
15/05/2022

Sintomas da mucopolissacaridose aparecem na primeira infância

A doença rara é genética e neurodegenerativa, que evolui com sintomas multissistêmicos
Ver mais