Comitiva do BRICS visita o Pequeno Príncipe - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Comitiva do BRICS visita o Pequeno Príncipe

Autoridades – que estavam em Curitiba para a IX Reunião de Ministros da Saúde do grupo – conheceram setores da instituição e parabenizaram o Hospital pelo seu centenário
25/10/2019
O diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro, com os integrantes da comitiva do BRICS: reunião em prol da saúde infantojuvenil.

O Hospital Pequeno Príncipe recebeu nesta sexta-feira, dia 25, a visita dos ministros de Estado da Saúde do Brasil e da África do Sul e do vice-ministro da Saúde da China, além das delegações da Rússia e da Índia. As autoridades estavam em Curitiba para a IX Reunião de Ministros da Saúde do BRICS, grupo de países com economias emergentes formado pelos cinco países.

O ministro brasileiro Luiz Henrique Mandetta; o ministro da Saúde da África do Sul, Zwelini Mkhize; e o vice-ministro da Saúde da China, Wang Jianjun, conheceram a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Cardiologia e o ambulatório de Ortopedia. Durante a sua passagem pelo Hospital, eles também parabenizaram a instituição pelos seus 100 anos de história, que serão celebrados neste sábado, dia 26.

“São 100 anos bem vividos, pois são 100 anos de recuperação de crianças”, afirmou o ministro brasileiro. “Já conheço a instituição e os médicos do seu corpo clínico. O Pequeno Príncipe é um hospital que, além de atender aos seus pacientes, atende com um carinho diferenciado de todos os outros. Por isso, todos nós do BRICS estamos hoje aqui”, completou Mandetta.

O ministro do saúde brasileiro e a comitiva visitaram a estrutura do Hospital Pequeno Príncipe.

Estrutura e desafios
O diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro, apresentou às autoridades presentes um pouco da história do Hospital, sua estrutura e indicadores, como as especialidades oferecidas e o número de atendimentos, cirurgias e internações. Também falou a respeito dos desafios enfrentados pela instituição e as alternativas criadas para suprir questões como o deficit nas contas, que ocorre devido ao subfinanciamento dos serviços prestados.

Além disso, o diretor abordou o presente e o futuro do Pequeno Príncipe. “Trabalhamos com genômica, epigenética, bioética, performance clínica e, principalmente, equidade. Investimos na educação continuada dos nossos colaboradores e o Centro de Simulação Realística é um novo aliado para isso. Nós também temos um terreno em Curitiba no qual construiremos o Pequeno Príncipe Norte, que é o futuro da nossa infraestrutura”, destacou Carneiro.

Medalhas Gols pela Vida

Os ministros da saúde que integram o BRICS foram presenteados, durante a visita ao Hospital Pequeno Príncipe, com medalhas do programa Gols pela Vida, iniciativa de responsabilidade social do Complexo Pequeno Príncipe. As peças fazem alusão a diferentes gols de Pelé, parceiro da instituição na ação e que empresta seu nome ao Instituto de Pesquisa.

O diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro, entrega ao ministro de Estado da Saúde do Brasil, Luiz Henrique Mandetta, a medalha do programa Gols pela Vida.

+ Notícias

23/05/2022

Voluntários do Pequeno Príncipe retornam às atividades presenciais

A retomada foi possível com todos os cuidados que o momento de pandemia do coronavírus ainda exige
19/05/2022

Representantes do CEDCA visitam o Centro de Reabilitação e Convivência Pequeno Príncipe

A unidade, que foi reestruturada, atende a diferentes tipos de deficiências de forma integral e humanizada
18/05/2022

Em um ano, Hospital atende mais de 600 crianças e adolescentes vítimas de violência

Em comparação com o ano anterior, o aumento de casos foi de 11%; mais da metade das ocorrências aconteceu na residência da própria criança
17/05/2022

Pequeno Príncipe inicia campanha televisiva para captação de recursos

A iniciativa busca dar mais visibilidade para a causa da saúde infantojuvenil, além de contribuir para a sustentabilidade econômico-financeira da instituição
16/05/2022

Atualização do calendário vacinal pode prevenir casos de SRAG no público infantojuvenil

Diversas doenças respiratórias podem evoluir para a síndrome aguda grave. O Pequeno Príncipe alerta que as medidas de prevenção, como a imunização, precisam ser mantidas
15/05/2022

Sintomas da mucopolissacaridose aparecem na primeira infância

A doença rara é genética e neurodegenerativa, que evolui com sintomas multissistêmicos
Ver mais