Ciranda sobre o mar e velejadores traz experiência interativa às crianças no Pequeno Príncipe - Hospital Pequeno Principe

Notícias

Ciranda sobre o mar e velejadores traz experiência interativa às crianças no Pequeno Príncipe

Os meninos e meninas em tratamento na instituição ouviram histórias, fizeram seus próprios barcos e utilizaram a imaginação para velejar
15/09/2017

Na tarde dessa quinta-feira, dia 14, as crianças e adolescentes em tratamento no Hospital Pequeno Príncipe tiveram a oportunidade de conhecer e aprender mais sobre os oceanos do planeta. A iniciativa, que fez parte do projeto Cirandas do Saber, contou dessa vez com o velejador Antonio Carlos, que veio caracterizado, trouxe um barco à vela em miniatura e um peixe almofadado para contar as vivências e experiências que teve no oceano durante 45 dias, quando veio da França ao Brasil.

“A minha experiência como velejador foi incrível, mas compartilhar ela com as crianças e ver os olhos delas brilharem foi ainda mais. Foi gratificante! Estou muito feliz em poder contribuir com o Pequeno Príncipe em mais essa ação”, contou o velejador.

Interessados e participativos, os pacientes e responsáveis fizeram perguntas, tiraram dúvidas e se divertiram. “Nós estamos aqui há uma semana e todos os dias a Ketlyn aprende algo diferente. Ela não sabia o que era um barco à vela. Agora com certeza vai contar para a irmã e todo mundo em casa. Além de espairecer, por sairmos do quarto, é um momento de interação e muito aprendizado. Isso é muito legal”, parabenizou a mãe da paciente, Josiane Souza.

Além de se empolgarem com as histórias sobre as dificuldades e prazeres de velejar, com direito a curiosidades sobre barcos piratas e os desafios da alimentação durante a viagem, eles também puderam confeccionar o próprio barco em dobraduras de papel. A oficina contou com um recipiente com água para que eles pudessem velejar na própria imaginação.

“A Manu chegou desconfiada, sem querer participar muito, pois ela está vivendo um período bastante difícil. Depois fez o barco e quando trouxeram o balde com água perto dela, se entregou. Agora está só sorrisos. Isso é maravilhoso”, agradeceu a mãe da Manuele Vitória, Gislaine de Sá.


Ação da Schooner em prol do Pequeno Príncipe

A Schooner, marca de roupas que tem como inspiração o lifestyle náutico pelo histórico de seus fundadores, está realizando uma ação em prol do Pequeno Príncipe. Além da Ciranda dessa quinta-feira, a empresa criou uma pequena coleção de camisetas e capinhas para celular, com a hashtag #WeSeaTheChange. As camisetas serão vendidas a R$ 59,90, e as capinhas de celular a R$ 29,90.  A renda das vendas será revertida integralmente para o Hospital. O lançamento dos produtos será durante um coquetel aberto ao público no dia 28 de setembro, quinta-feira, na loja Schooner do ParkShopping Barigui, a partir das 19 horas.

+ Notícias

26/01/2022

Hidratação na infância: saiba quais os benefícios e as quantidades recomendadas

O Hospital Pequeno Príncipe orienta que a ingestão de água na infância varia de acordo com a faixa etária
25/01/2022

Mitos e verdades: vacinação contra COVID-19 para crianças

O Hospital Pequeno Príncipe esclarece as principais dúvidas sobre o assunto e reforça que a imunização é segura e fundamental para proteger a saúde de todos
24/01/2022

Vacinação infantil contra COVID-19: seis orientações que você não deve esquecer

O vice-diretor-técnico e infectologista pediátrico Victor Horácio de Souza Costa Júnior, do Hospital Pequeno Príncipe, alerta para questões importantes sobre o assunto
21/01/2022

Atenção para realização de exames para detecção da COVID-19 no Pequeno Príncipe

Devido à alta procura do público, pode haver impacto no tempo de espera para agendamento e atendimento ou até mesmo na entrega do resultado
19/01/2022

Programa Primeiríssima Infância compartilha informações e cuidados para o desenvolvimento de bebês

Essa troca acontece por meio de oficinas como as de musicalização, relaxamento e brincadeiras
17/01/2022

Dia Internacional do Riso: 5 benefícios que a risada traz para a saúde

De acordo com especialista do Hospital Pequeno Príncipe, o ato deve ser incorporado no dia a dia para gerar ainda mais qualidade de vida
Ver mais