Appam celebra ano de conquistas com confraternização de Natal - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Appam celebra ano de conquistas com confraternização de Natal

Pacientes, familiares, colaboradores e voluntários participaram da festa na sede do programa, em São José dos Pinhais
12/12/2016
dsc_0077
A confraternização de Natal foi um momento de celebração das conquistas do Programa Appam em 2016.

O ano de 2016 foi bastante especial para o Programa de Apoio, Proteção e Assistência às Crianças e Adolescentes com Mielomeningocele (Programa Appam) – Centro de Reabilitação e Convivência do Hospital Pequeno Príncipe. Por conta de importantes conquistas obtidas no ano, como a inauguração do projeto de revitalização da estrutura física e de acesso, a comemoração de Natal foi um momento também de agradecimento e de preparação para os desafios que estão por vir.

Para celebrar o fim do ano, muitas surpresas foram organizadas para a festa, realizada no sábado, dia 10, na sede do Programa Appam, localizada em São José dos Pinhais. As boas-vindas ficou por conta do quarteto instrumental Os Balangandãs.

Os artistas animaram o público com canções como “Maracangalha”, “Pelo Telefone” e “Asa Branca”. “Independentemente da situação, é muito bom trazer apresentações como essa a espaços que não têm tanto acesso a eventos culturais. É uma oportunidade incrível, uma forma de trazer entretenimento, mas também de auxiliar pessoas em momentos bastante sensíveis”, comenta Daniel Migliavacca, que toca bandolim. A apresentação de Os Balangandãs faz parte do Concertos Gols Pela Vida, iniciativa viabilizada pela Lei Rouanet, realizada pela CGC-CSA Consultoria Assessoria, tendo o Hospital Pequeno Príncipe como instituição beneficiada. A ação promove o encontro de diferentes públicos com a música instrumental e clássica.

Outro ponto importante do dia foi a apresentação da cartilha sobre mielomeningocele, que faz parte do Projeto Saber + Participar Melhor do Pequeno Príncipe. O objetivo é construir uma jornada do paciente rumo ao protagonismo no tratamento, à construção da sua autonomia e à sua qualidade de vida.

O psicólogo da Appam, André Luis Alves de Oliveira, que participou da equipe de elaboração do material, convidou todos os familiares e pacientes para conhecer a publicação. “É importante que vocês levem essa cartilha para casa, pois com certeza vão encontrar alguma orientação nova e importante. Além disso, separem um exemplar a mais para deixar na escola ou em qualquer outro espaço em que o paciente passe boa parte do seu dia”, comenta.

Além das apresentações, a festa teve direito a um lanche carinhosamente preparado pela equipe de voluntários, distribuição de presentes, medicamentos e produtos natalinos. Para Fernanda Martins, 11 anos, que há pouco mais de 5 meses conta com o apoio do Programa Appam, a tarde valeu muito a pena. “Adorei tudo, foi excelente. Meu desejo é que o novo ano venha com muita saúde para todos nós”, comenta a garota.

dsc_0082
Fernanda com a cartilha de mielomeningocele: votos por mais saúde em 2017.

+ Notícias

15/08/2022

Transplante de fígado número 50 é realizado pelo Pequeno Príncipe

O resultado ocorreu após dois anos e meio da retomada da realização do procedimento pelo maior hospital exclusivamente pediátrico do Brasil
12/08/2022

Vacinação contra a COVID-19 é fundamental para proteção de crianças de 3 a 5 anos

Especialista do Pequeno Príncipe, maior hospital exclusivamente pediátrico do Brasil, reforça pontos positivos para os responsáveis que adotam essa medida de prevenção
10/08/2022

“Nosso meio ambiente”: pacientes do Projeto Integra participam de ação ambiental

A iniciativa, realizada na sede que abrigará o Pequeno Príncipe Norte, proporcionou a experiência de explorar o vasto universo do ecossistema presente no local
08/08/2022

Colesterol pode ser prevenido com consumo de alimentos saudáveis

O Hospital Pequeno Príncipe ressalta a importância da adoção de bons hábitos para melhor qualidade de vida desde a infância
05/08/2022

Cirurgia de correção de malformação rara é realizada no Pequeno Príncipe

A reparação da extrofia de cloaca foi feita com a técnica de Kelley, considerada inovadora
04/08/2022

Cientistas estão desenvolvendo gel bucal para tratar mucosite

Principal reação adversa da quimioterapia, a mucosite oral causa intensa dor e pode ser porta de entrada para outras infecções
Ver mais