Amaral promove festival de natação em prol do Pequeno Príncipe - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Amaral promove festival de natação em prol do Pequeno Príncipe

Evento ocorre neste sábado e contará com a participação de mais de cem crianças e adolescentes, além da presença do nadador Henrique Rodrigues
27/11/2013

Terceiro_Nobre_Festival_NatacaoCom o objetivo de estimular o espírito esportivo para a formação de atletas do futuro, a Escola de Natação Amaral, de Curitiba, promove neste sábado, dia 30, o 3º Nobre Festival de Natação Amaral – Troféu Henrique Rodrigues. Além de incentivar a prática esportiva, o evento – que é aberto ao público e tem início às 9h, na sede da escola, Rua Joaquim da Silva Sampaio, 303, Mercês – também ajudará as crianças e adolescentes que são atendidos pelo Complexo Pequeno Príncipe. Todo o valor obtido com as inscrições será destinado às atividades de assistência e pesquisa em saúde desenvolvidas pela instituição.

O festival vai reunir mais de cem crianças e adolescentes que praticam o esporte em clubes, escolas e academias de Curitiba e região. E mais: deverá contar com a presença do nadador profissional Henrique Rodrigues, que dá nome ao evento. Com 22 anos, o curitibano começou a nadar na Escola Amaral aos 12 anos, por orientação médica, por causa de uma rinite alérgica. Em dez anos, treinou em vários clubes brasileiros, conquistou diversas medalhas e foi semifinalista nas Olimpíadas de Londres, na prova dos 200 metros medley.

Reconhecimento
O professor de natação e diretor da Amaral, Fernando Amaral, conta que a academia é parceira do projeto Seleção Gols pela Vida desde agosto de 2009 e destaca a importância de colaborar com os trabalhos do Complexo. “Escolhemos a instituição como beneficiada do festival para reconhecer o relevante trabalho que é desenvolvido, pela competência e por sua importância na vida dos pacientes e suas famílias”, ressalta. “Nesse sentido, nos identificamos com a causa do Pequeno Príncipe, pois o nosso trabalho também busca o crescimento e o desenvolvimento saudável e feliz de crianças por meio da natação”, completa.

Sobre o festival
O festival terá provas aquáticas curtas, de 25 metros, divididas por faixas etárias (conforme programação abaixo). Elas podem ser nadadas nos quatro estilos da modalidade esportiva – borboleta, costas, peito e crawl. Todos os participantes receberão medalhas. “Este será um primeiro desafio para crianças e adolescentes que vão nadar, e constitui uma oportunidade para pais e amigos reconhecerem o trabalho e o esforço empreendido pelos participantes ao longo do ano”, avalia o diretor da escola.

Programação do Festival
9h – Abertura e provas com crianças de oito anos de idade;
10h – provas para participantes com nove anos de idade;
10h45 – provas para participantes com 10 anos de idade;
14h30 – provas para participantes com 11 anos de idade;
15h15 – provas para participantes com 12 e 13 anos de idade;
16h – provas para participantes com 14 e 15 anos de idade.

+ Notícias

08/02/2023

Gravidez na adolescência: a prevenção começa com educação e diálogo

Um ambiente acolhedor e de confiança é fundamental para o desenvolvimento saudável de meninos e meninas  
07/02/2023

Nota de pesar pelo falecimento do pediatra Danilo Cerqueira Leite Junior

O médico, com mais de 50 de formação, atuou no Pequeno Príncipe e contribuiu com cuidados a milhares de crianças e adolescentes que passaram pelo Hospital nas últimas décadas
06/02/2023

ALTA COMPLEXIDADE | Serviço de Cirurgia Vascular

O Hospital Pequeno Príncipe tem equipe especializada no tratamento de doenças do sistema circulatório em crianças e adolescentes
03/02/2023

Gravidez na adolescência: quais são os riscos?

A gestação nessa fase, que compreende dos 10 aos 19 anos, gera uma série de consequências para a vida da mãe e do bebê
01/02/2023

Volta às aulas e a imunização de crianças e adolescentes

As medidas de higiene das mãos, etiqueta ao tossir e uso de máscara também auxiliam a evitar a disseminação de doenças
27/01/2023

Hanseníase: atenção aos sinais e sintomas auxilia diagnóstico

Neste Dia Mundial de Combate à Hanseníase, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de se buscar os serviços de saúde logo no aparecimento dos primeiros sinais e lembra que a doença tem cura
Ver mais