Pequeno Príncipe reforça a importância da amamentação - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Pequeno Príncipe reforça a importância da amamentação

Na Semana Mundial do Aleitamento Materno, destaca-se os benefícios da ação, que além de nutrir os pequenos, fortalece vínculos afetivos entre as mães e os bebês
01/08/2017

Além de sua importância nutricional, a amamentação é um ato repleto de amor. O contato entre a mãe e o bebê fortalece vínculos e auxilia no desenvolvimento dos pequenos. Na Semana Mundial do Aleitamento Materno, entre 1.º e 7 de agosto, o Hospital Pequeno Príncipe reforça essa ação que deve ser exclusiva até os seis meses e, junto com a inclusão de outros alimentos, mantida até os dois anos.

Amamentar deve ser o objetivo de todas as mães. “O leite materno é insubstituível. Rico em proteínas, gorduras e vitaminas. Ele é nutricionalmente bom e sua capacidade de digestão é perfeita”, explicou o pediatra neonatologista do Pequeno Príncipe, Luiz Renato Valério. Se houver alguma dificuldade no aleitamento, é preciso verificar se a posição do bebê está correta e se a mãe está emocionalmente bem. Diversos fatores podem interferir na amamentação, por conta disso, os estímulos de profissionais de saúde e familiares são fundamentais.

Apesar disso, nem todas as mulheres conseguem amamentar. “Elas não devem se sentir culpadas por isso. Muitas mães simplesmente não produzem leite e outras podem ser vítimas de doenças infecciosas, que no aleitamento podem ser transmitidas aos bebês”, aponta o médico. Nesses casos, faz-se necessário o uso das fórmulas infantis ou compostos lácteos. “O mercado desses produtos é enorme e conta com variações de composição e sabores. Por isso, eles devem sempre ser indicados pelo pediatra, que irá definir qual é o melhor leite ou composto para a quantidade de nutrientes a ser reposto”, destaca.

O importante é que as mães não deixem seus filhos com fome. “Muitas mulheres não conseguem amamentar e trazem os bebês totalmente desnutridos ao consultório. Temos que fazer o possível para que o aleitamento ocorra, porém as fórmulas existem para ajudar os pais e dar o suporte necessário”, afirma o profissional.

Posto de Coleta de Leite Humano do Pequeno Príncipe
O Hospital conta com um Posto de Coleta de Leite Humano para atender aos pacientes da instituição. Em horários específicos, as mães que estão com os filhos internados podem retirar o leite, que em até 12 horas deve ser encaminhado para o bebê. O excedente é congelado e doado para um banco de leite parceiro, que faz a pasteurização do material e o encaminha para outras crianças.

+ Notícias

06/02/2023

ALTA COMPLEXIDADE | Serviço de Cirurgia Vascular

O Hospital Pequeno Príncipe tem equipe especializada no tratamento de doenças do sistema circulatório em crianças e adolescentes
03/02/2023

Gravidez na adolescência: quais são os riscos?

A gestação nessa fase, que compreende dos 10 aos 19 anos, gera uma série de consequências para a vida da mãe e do bebê
01/02/2023

Volta às aulas e a imunização de crianças e adolescentes

As medidas de higiene das mãos, etiqueta ao tossir e uso de máscara também auxiliam a evitar a disseminação de doenças
27/01/2023

Hanseníase: atenção aos sinais e sintomas auxilia diagnóstico

Neste Dia Mundial de Combate à Hanseníase, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de se buscar os serviços de saúde logo no aparecimento dos primeiros sinais e lembra que a doença tem cura
25/01/2023

Gastrosquise: diagnóstico é possível pelo ultrassom na gestação

O Hospital Pequeno Príncipe é referência no tratamento cirúrgico da doença, que é uma malformação rara da parede abdominal ocasionada ainda na formação do feto
23/01/2023

Saiba tudo sobre viroses em crianças

Hospital Pequeno Príncipe chama atenção de famílias para quadros virais comuns durante o verão
Ver mais