6ª Noite dos Chefs lota Graciosa em jantar em benefício do Complexo Pequeno Príncipe - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

6ª Noite dos Chefs lota Graciosa em jantar em benefício do Complexo Pequeno Príncipe

Edição deste ano consolida plataforma gastronômica de arrecadação de recursos
23/11/2012

A 6ª Noite dos Chefs, realizada na quinta-feira (22 de novembro) confirmou o sucesso do evento realizado desde 2007. Cerca de 220 pessoas lotaram o salão principal do Graciosa Country Club para o jantar capitaneado pelo chef Fabiano Marcolini e que contou com outros cinco mestres da gastronomia brasileira. A temática dos pratos foi inspirada na Itália.

Toda renda obtida com o evento será revertida para o Complexo Pequeno Príncipe. Nos últimos anos, a plataforma de arrecadação de recursos por meio de eventos gastronômicos cresceu bastante na instituição. Além da tradicional Noite dos Chefs, o complexo promove a Copa Gastronômica Gols pela Vida, com eventos já realizados em Curitiba, São Paulo, Paris – as etapas de Nova York e Rio de Janeiro acontecerão em 2013 e 2014.

Investindo na cultura gastronômica, esses encontros criam uma oportunidade única de geração de benefícios à causa social e de saúde defendida há 93 anos pelo Pequeno Príncipe.

Entre os presentes, muitos empresários, políticos, parceiros do Complexo, médicos, imprensa, o jogador de futebol Alex e os ex-jogadores Tcheco e Ricardinho, além do cônsul-geral da Itália no Paraná, Salvatore di Venezia.

Nem mesmo a queda de energia elétrica durante parte do jantar tirou o brilho da noite de cultura, confraternização e solidariedade. “Esta é a sexta Noite dos Chefs, mas a primeira à luz de velas”, brincou José Álvaro Carneiro, diretor corporativo do Pequeno Príncipe.
O evento foi patrocinado pela empresa Mondeléz Internacional.

Cozinha com ritmo intenso e descontraído
Apesar do ritmo intenso de trabalho para servir um número grande de comensais, a cozinha da 6ª Noite dos Chefs foi marcada por um clima de muita descontração e apoio mútuo.

Fabiano Marcolini,  Francesco Carli (do Copacabana Palace-RJ), Samuele Oliva (Maremonti-SP), Daniela Caldeira (La Table Gastronomie-PR), Ivan Lopes (Terra Madre-PR) e Duca Lapenda (Pomodoro Café-PE) fizeram um afinadíssimo trabalho de equipe.
E nada de cada um cuidar só do seu prato. Todos os chefs contribuíram na finalização dos pratos do colega.”Todos aqui têm sangue italiano”, resumiu Duca. “Como nos conhecemos há um bom tempo, a preparação flui com muita naturalidade.”

“Mas o mais importante de tudo foi participar de uma causa nobre”, afirmou Francesco Carli, estrela do hotel Copacabana Palace no Rio. O chef gostou tanto da iniciativa que se prontificou a participar de outras eventos. “Se precisarem de mim amanhã, eu volto.”
Marcolini, que ao lado de Ana Camargo é padrinho da iniciativa desde o início do projeto, estava muito emocionado no final do evento. “Eu tenho um carinho muito grande pela Noite dos Chefs”, afirmou. “É uma causa muito apaixonante. As ações do Hospital comovem sempre.”

O chef brincou com a queda da energia elétrica, ao receber uma camiseta autografada por Pelé que o Pequeno Príncipe deu-lhe em homenagem: “Posso ser sincero? Se fosse com luz eu iria chorar um monte”.

Cada chef recebeu um quadro do artista plástico Luiz de Souza e um exemplar do livro “Um Hospital de Crianças”.

Noite trouxe novidade digital
A edição deste ano da Noite dos Chefs trouxe uma novidade digital. A empresa parceira In Mídia Informática instalou um totem no hall do salão do Graciosa. As pessoas podiam tirar fotos, que eram postadas na hora no endereço do projeto Gols pela Vida no Facebook.

“Resolvemos inovar, ajudando o Pequeno Príncipe não apenas com repasse de uma quantia mensal, mas com uma ação prática”, diz Marcelo Manfredini, sócio da In Mídia. “Divulgar um evento é divulgar também a causa da instituição e fazer com que mais pessoas conheçam pelo Facebook o lindo trabalho que o Hospital faz.”
Veja o resultado no www.facebook.com/golspelavida

Artista põe na tela sua visão sobre o Pequeno Príncipe
Luiz de Souza, artista plástico catarinense que hoje divide seu tempo entre Curitiba e Veneza, fez um trabalho especial para a 6ª Noite dos Chefs. Ele produziu uma pintura a óleo sobre tela, entregue ao Pequeno Príncipe. “É uma visão minha sobre o clássico da literatura francesa de Exupéry”, explica. “Li o texto para fazer o quadro. Tem um asteróide, carneirinho, rosa dentro de redoma. É a visão do livro com a característica da minha arte: na cabeça do Pequeno Príncipe tem um castelo que representa o sonho de todas as crianças.”

Souza fez réplicas de outras obras suas e presentou os chefs participantes do evento.
Veja as imagens das obras na Galeria.

Veja aqui quem são o patrocinador e os apoiadores do evento
A 6ª Noite dos Chefs foi patrocinada pela Mondeléz Internacional e teve o apoio de Fabiano Marcolini Alimentari, Slavieiro Conceptual, Agaphantus Floricultura, Vins de France, Maremonti, Graciosa Country Club, Terra Madre, Ana Camargo Design, Copacabana Palace, Qualimar Pescados, La Table, Cini, Classic Som e Imagem, Duca Lapenda, Kaffe Kantate Café Gourmet e Consulado Geral da Itália em Curitiba.

Veja aqui depoimentos de quem participou da festa

“Este evento foi organizado com grande prazer, pois o Pequeno Príncipe representa o ideal de hospital, uma instituição moderna, porém sem deixar o humano de lado. Se iguala ao que há de melhor no mundo.”
Salvatore Di Venezia, cônsul da Itália no Paraná.

“Alegra muito ver um grupo tão especial de chefs e colaboradores reunidos pelo apoio ao direito à vida.”
Ety Cristina Forte Carneiro, diretora executiva do Pequeno Príncipe.

“A união sempre faz a força. Os chefs abraçam essa causa com muita vontade. Todos doam seu trabalho, se esforçam, preparando pratos inovadores para justamente atingir essa faixa da população que tem afinidade para a gastronomia.”
Ana Maria Camargo, madrinha do evento.

“Apoiar o Pequeno Príncipe é mostrar para nossos funcionários a boa prática social, incentivando e sendo um exemplo para eles também ajudarem de alguma forma.”
Claudine Rocio Lima Godoy Renaldim, coordenadora de Recursos Humanos da Nitral Urbana.

“Temos o Pequeno Príncipe como referência e o fato de pode ajudá-lo é um motivo de orgulho. É uma pequeno contribuição para uma causa grandiosa.”
Dovilio Rodolfo Squisatti, sócio da empresa In Mídia Informática.

“Acreditamos muito no trabalho do Pequeno Príncipe. Reconhecemos a importância da instituição para a saúde da população infantil.”
Marilu Cichon Liz, coordenadora da Dimed Hospitais.

“É uma coisa linda. Foi uma honra ser convidado para este evento. Isso que fizemos aqui é muito pouco do que podemos fazer por uma instituição tão grandiosa como o Pequeno Príncipe.”
Duca Lapenda, chef do Pomodoro Café (PE)

“É a primeira vez que participo deste evento. Espero ser uma noite agradável e saborosa. E o mais importante é que estamos ajudando as crianças.”
Alex, jogador do Coritiba.

“O Pequeno Príncipe vem realizando uma série de ações pela saúde infantil e esta é mais uma iniciativa maravilhosa para ajudar as crianças”.
Ricardinho, ex-jogador.

“Este evento é uma ação diferente, que acaba nos inspirando para ajudar mais”.
Tcheco, ex- jogador.

“Fico gratificada pela ideia [da Noite dos Chefs] ter vingado. Sou designer, não sou chef de cozinha, mas acredito na criatividade do ser humano e na inovação. O sucesso deste evento é prova de que é possível que as pessoas se engajem num projeto por meio das mais diversas vertentes.”
Ana Maria Camargo, madrinha do evento.

“O hospital que não tem cara de hospital, não tem cheiro de hospital, parece uma casa normal com alegria. As crianças são bem cuidadas com suas famílias por perto, é incrível. Fiquei encantado com o que conheci hoje. Estou disposto a participar de outros eventos. Se precisarem de mim amanhã, eu volto.”
Francesco Carli, chef do Copacabana Palace, que visitou o hospital antes do jantar.

“Esse evento acaba sendo momento de confraternização entre amigos. Como temos sangue italiano, falamos muito, contamos piada, o clima na cozinha é muito descontraído.”
Duca Lapenda, chef do Pomodoro Café (PE)

“Para mim foi um prazer muito grande conhecer o Hospital e participar de um evento em benefício de crianças. É algo que eu nunca imaginava, mas muito gratificante.”
Ivan Lopes, chef do Terra Madre (PR)

“É muito difícil encontrar um evento que tenha seis chefs se esforçando para fazer os seus pratos da melhor forma, harmonizando os ingredientes para fazer um evento diferenciado.”
Ana Maria Camargo, madrinha do evento.

“Na Itália, antes da técnica, cozinhamos com paixão. O ambiente criado aqui com amigos de longa data preparando pratos juntos foi gratificante. O clima desses dois dias, desde que todos chegaram, foi superalegre. Quando vimos já estava sendo realizado. Mas, passou muito rápido. Eu queria que durasse mais tempo.”
Fabiano Marcolini, chef e padrinho do evento.

“Na cozinha da Itália tudo é natural, surge espontaneamente, vem do coração, o que é muito gostoso.”
Fabiano Marcolini, chef e padrinho do evento.

“Além da beleza, o que chama a atenção é a deliciosa culinária italiana preparada com tanta delicadeza e harmonia”.
Claudine Rocio Lima Godoy Renaldim, coordenadora de Recursos Humanos da Nitral Urbana.

“Em cada edição percebo o carinho com que o evento é preparado. É uma oportunidade muito agradável para estar em contato com o Hospital Pequeno Príncipe.”
Marilu Cichon Liz, coordenadora da Dimed Hospitais.

“O mais importante é saber que tudo isto é por uma causa especial. A  Apolar faz questão de apoiar iniciativas como esta, em que o benefício se voltará para várias pessoas”.
Joseph Galiano, ex-cônsul da França no Paraná e presidente do Conselho Administrativo da Apolar Imóveis.

“Esta é a segunda vez que participo da Noite dos Chefs. É um evento maravilhoso pelo cunho social. Para o Graciosa, essa parceria é muito gratificante”.
Oilson Negrelle, vice-presidente do Graciosa Country Club.

Veja a Galeria de Fotos:

+ Notícias

02/12/2022

Mitos e verdades sobre convulsões

Distúrbio que provoca grande apreensão nos pais, as convulsões precisam de acompanhamento médico
29/11/2022

Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
25/11/2022

Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
24/11/2022

Pequeno Príncipe vence o Prêmio Líderes Regionais Paraná 2022

A instituição foi premiada na categoria ESG – Responsabilidade Social. O reconhecimento destaca empresas, organizações e empresários que contribuíram para o desenvolvimento do estado
23/11/2022

Câncer pediátrico: diagnóstico precoce pode salvar até 84% dos pacientes

Referência nacional no tratamento de doenças onco-hematológicas há meio século, Hospital Pequeno Príncipe alerta sobre sintomas
21/11/2022

Pequeno Príncipe atua na prevenção da resistência aos antimicrobianos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1,3 milhão de pessoas morram a cada ano devido aos efeitos dessa resistência  
Ver mais