Pequeno Príncipe celebra 50 anos das residências

Notícias

Pequeno Príncipe celebra 50 anos da formação de pediatras e outras especialidades médicas

A solenidade reuniu 67 residentes, pais e amigos na primeira formatura pós-ápice da pandemia
02/03/2023
50 anos das residências
A solenidade também celebrou os 50 anos das residências da instituição.

A noite de terça-feira, dia 28, vai ficar marcada para os formandos dos programas de residência e especialização médica do Pequeno Príncipe. Os 67 profissionais de 23 cursos receberam seus certificados de conclusão em uma celebração especial que marcou também os mais de 50 anos das residências da instituição. Após dois anos, devido à COVID-19, a solenidade voltou a ter a presença de familiares e amigos.

O Pequeno Príncipe é considerado o berço da pediatria no Paraná e um dos maiores centros de ensino nessa especialidade no Brasil. Os profissionais formados no Hospital atuam em diferentes instituições do país.

50 anos das residências
A entrega do prêmio de melhor trabalho científico de 2022 teve muita emoção.

Destaque

Windira Marhalle Simião Nunes Venâncio Andrade, de Recife, deixou a enfermagem para dedicar-se à medicina. A sonhada especialização em Anestesiologia Pediátrica foi concluída com muita emoção e com o prêmio de melhor trabalho científico de 2022.

“Saí de Recife para fazer a especialização aqui. Como diz Guimarães Rosa, ‘é junto dos bão que a gente fica mió’, e eu precisava ser treinada pelos melhores profissionais. Tenho muito a acrescentar na anestesia pernambucana e quero muito poder exercer tudo o que eu aprendi também para as crianças do SUS. Eu tenho boa vontade, mas eu também precisava ter conhecimento para isso”, contou a especialista.

50 anos das residências
A formatura contou com a presença da diretoria do Complexo e também com autoridades da saúde.

Agradecimentos

“Muito obrigada a todos vocês que possibilitam ao Pequeno Príncipe ser essa organização única, que cuida das pessoas, multiplica conhecimento, busca novos métodos de diagnóstico e tratamento, sempre mobilizando a sociedade e valorizando o núcleo familiar. Esse é um momento especial, e quero que saibam da nossa imensa alegria em compartilhar essa história com cada um de vocês. Parabéns a todos”, disse Ety Cristina Forte Carneiro, diretora-executiva do Hospital Pequeno Príncipe.

O diretor-técnico do Hospital Pequeno Príncipe, Donizetti Dimmer Giamberardino Filho, ressaltou o sentimento de gratidão. “Quero agradecer, em nome da instituição, por estarem conosco em todos esses anos aprendendo uma forma de fazer medicina científica, humana, com temperança e empatia. Em nosso cenário hospitalar e ambulatorial, esperamos ter transmitido para vocês todos os nossos valores também, pois o conhecimento na medicina é importante, mas não é tudo, porque a relação médico-paciente é fundamental, e nossas atitudes também são. Agradeço toda a trajetória de vocês, por ter convivido e aprendido com vocês também.”

“Em nome da Faculdades Pequeno Príncipe, gostaria de parabenizar a todos os nossos residentes, que hoje concluem mais uma etapa de sua formação. Vocês escolheram como profissão o cuidado, que para nós se traduz em cuidado solidário e humanizado. A etimologia da palavra cuidado vem de cura e coração, então nosso desejo é que vocês possam continuar essa trajetória levando todo o conhecimento técnico-científico, ético e humano”, frisou Patrícia Forte Rauli, diretora-geral da Faculdades Pequeno Príncipe.

Os programas de residência e especialização médica

Há 50 anos, o Pequeno Príncipe é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) como instituição formadora em residências médicas. Berço da pediatria no Paraná, recebe, desde a década de 1930, estudantes de Medicina, à época, da Faculdade de Medicina da Universidade Federal.

Hoje, a instituição oferece seis programas de residência médica: Pediatria, Cirurgia Pediátrica, Cancerologia Pediátrica, Ortopedia e Traumatologia, Psiquiatria da Infância e Adolescência, e Medicina da Família e Comunidade; e nove cursos de especialização em Saúde da Criança e do Adolescente, sendo nas áreas de Cardiologia Pediátrica, Neurologia Pediátrica, Medicina Intensiva Pediátrica, Neonatologia, Nefrologia Pediátrica, Gastroenterologia Pediátrica, Nutrologia, Reumatologia e Pneumologia Pediátrica. Além disso, o Pequeno Príncipe desempenha papel fundamental na formação de enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos e outros profissionais da área de saúde.

O Pequeno Príncipe é signatário do Pacto Global desde 2019. A iniciativa presente nesse conteúdo contribui para o alcance do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS): Saúde e Bem-Estar (ODS 3).

Acompanhe os conteúdos também nas redes sociais do Pequeno Príncipe e fique por dentro de informações de qualidade – FacebookInstagramTwitterLinkedIn e YouTube

+ Notícias

12/06/2024

Cardiopatias congênitas: diagnóstico precoce evita complicações graves

Neste Dia Nacional de Conscientização da Cardiopatia Congênita, o alerta é para os exames disponíveis para diagnóstico e à importância do tratamento adequado para cada caso
11/06/2024

Gala Pequeno Príncipe 2024 será realizado em São Paulo

Jantar com a participação das madrinhas marcou o lançamento do evento, programado para o dia 30 de setembro
10/06/2024

Semana da Coluna tem mutirão com cirurgias de alta complexidade

Oito crianças passarão por procedimentos no Hospital, que é referência nacional em ortopedia pediátrica
06/06/2024

16.ª Noite dos Chefs une gastronomia e solidariedade

O evento tradicional une gastronomia e solidariedade com o objetivo de arrecadar recursos
05/06/2024

Como trabalhar a educação ambiental desde a infância?

Neste Dia Mundial do Meio Ambiente, o Hospital Pequeno Príncipe dá dicas sobre como falar a respeito da conservação do planeta com as crianças
04/06/2024

Doenças que mais acometem as crianças devido às enchentes

Além da destruição, as inundações no Rio Grande do Sul também preocupam pelo grande aumento de doenças infectocontagiosas e de pele
Ver mais