Complexo, Doe, Gols Pela Vida, Hospital, Instituto de Pesquisa

3ª Noite dos Chefs de São Paulo comemora os 100 anos do Hospital Pequeno Príncipe

O evento, com curadoria do chef Emmanuel Bassoleil, teve um menu exclusivo e a renda será revertida para os trabalhos de assistência e pesquisa da instituição

A 3ª Noite dos Chefs São Paulo contribui com os trabalhos de assistência e pesquisa da instituição.

A 3ª edição da Noite dos Chefs São Paulo – Edição Especial de 100 anos teve como ingredientes sabor, união, talento, encantamento e solidariedade. Comandado pelo ator e apresentador André Marques, que do início ao fim cativou e divertiu os participantes, o evento foi realizado no Hotel Unique, na noite dessa quinta-feira, dia 16. Com curadoria do chef Emmanuel Bassoleil, os cerca de 180 participantes puderam saborear o menu exclusivo, que teve pratos preparados pelos chefs Rodolfo de Santis, Morena Leite, Oscar Bosch e pelo próprio curador. A sobremesa foi especialmente criada e oferecida pelo Paris 6 Bistrô, com assinatura de Isaac Azar.

O ator e apresentador André Marques foi o mestre de cerimônias do evento.

Com compromissos internacionais, a diretora executiva do Hospital Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro, e o diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro, não puderam estar presentes, mas deram as boas-vindas aos convidados por meio de um vídeo. Eles apresentaram dados que mostram a redução do índice de mortalidade no Pequeno Príncipe, que passou de 2,5% em 2006 para 0,59% em 2018. “Tenho certeza que vocês, junto com o Pequeno Príncipe, estão contribuindo para que esses resultados sejam cada vez melhores”, enfatizou Ety. “Aos chefs, patrocinadores e a cada um de vocês que estão aí, o nosso muito, muito obrigado”, declarou José Álvaro.

O diretor técnico do Hospital Pequeno Príncipe, o médico Donizetti Dimer Giamberardino Filho, reforçou a importância do apoio de toda a sociedade para a manutenção dos trabalhos da instituição em prol de meninos e meninas de todo Brasil.

O diretor técnico do Hospital, o médico Donizetti Dimer Giamberardino Filho, lembrou que o Pequeno Príncipe, além de ser o maior hospital pediátrico do Brasil, é de alta complexidade, e que tem um caráter humanitário, de acolhimento e solidariedade para levar a todos um atendimento de qualidade. “Nós temos consciência de que não temos capacidade para atender a todos, mas aqueles que chegarem lá, seja da onde for, nós faremos o melhor por eles. Não o que é possível, mas o melhor de nós. A nossa equipe multiprofissional da saúde, nesse momento, se amplia. Nós temos, além de todos os nossos profissionais, os nossos captadores, apresentadores de tevê, atores, youtubers, jogadores de futebol e todos vocês, que nos apoiam.  Ou seja, a sociedade. Vocês permitem que nós consigamos levar a essas crianças o melhor. Esse comprometimento social, essa participação, são fundamentais. Saibam vocês que todos nós fazemos parte da história de 100 anos do nosso Pequeno Príncipe”, reiterou.

A 3ª edição da Noite dos Chefs São Paulo – Edição Especial de 100 anos teve como ingredientes sabor, união, talento, encantamento e solidariedade.

Chefs

Pelo terceiro ano consecutivo, o chef Emmanuel Bassoleil foi o curador do evento, além de assinar um dos pratos. O chef Rodolfo de Santis também participa desde a primeira edição em São Paulo. “Para mim é um prazer doar um pouco do meu tempo para uma causa tão importante quanto a saúde e a vida de crianças e adolescentes”, destacou.

O menu foi comandado por renomados nomes da gastronomia e teve curadoria do chef Emmanuel Bassoleil.

Os chefs Oscar Bosch e Morena Leite participaram da Noite dos Chefs São Paulo pela primeira vez. “Havia sido convidado em outros anos, mas por conta de uma agenda apertada não tinha conseguido participar. Esse ano consegui e estou muito feliz de poder contribuir com o que mais gosto, que é a gastronomia, para uma causa tão importante, ainda mais no ano do centenário”, disse o chef Oscar. Morena Leite, que já havia participado de outros eventos do Hospital, enfatizou a alegria de participar da Noite dos Chefs. “É um prazer poder ajudar”, avaliou.

Superação

A paciente Tainara da Cunha, de 14 anos, contou a sua história de superação aos participantes e emocionou a todos. Ela venceu um câncer após anos de tratamento, 12 cirurgias e muitas sessões de quimioterapia. A experiência do cuidado que viveu na instituição despertou na adolescente o desejo de fazer por outras crianças o que fizeram por ela. “Eu quero ser médica e quero cuidar de crianças com câncer”, contou, arrancando aplausos do público.

A história da paciente Tainara da Cunha emocionou o público.

 

Patrocinadores

A 3ª edição da Noite dos Chefs São Paulo – Edição Especial de 100 anos teve como patrocinadores a Casa Leão, Lacta, Le Creuset e Paris 6 Bistrô.

Isaac Azar, do Paris 6 Bistrô.

Lidya Sayeg, da Casa Leão, contou ao público sobre a emoção que sentiu ao visitar o Hospital. E explicou que seu apoio à instituição é uma forma de agradecer pela sua própria vida e de sua família. “Todos nós que estamos aqui somos privilegiados por termos tido acesso à educação, termos saúde e por podermos estar aqui. O apoio que dou é uma forma de agradecer por tudo o que tenho”, declarou.

Isaac Azar, do Paris 6 Bistrô, decidiu homenagear o mestre de cerimônias, André Marques, batizando a sobremesa do evento com seu nome e revertendo parte da renda das vendas do grand gatêau durante o mês de junho ao Hospital Pequeno Príncipe. “Tenho duas filhas com a mesma idade das crianças e adolescentes atendidos pelo Pequeno Príncipe. Ajudo a instituição como empresário, porque sei que como empresários temos essa responsabilidade, mas também como pai, que gostaria de dar o melhor para todas as crianças”, completou.

 

+ Notícias

Faça sua doação