5 dicas importantes para prevenir a obesidade entre as crianças - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

5 dicas importantes para prevenir a obesidade entre as crianças

Na véspera da data dedicada ao tema, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância do exemplo dos pais e cuidadores para assegurar uma alimentação saudável aos meninos e meninas
10/10/2018

A boa alimentação começa dentro de casa e deve ser estimulada entre as crianças desde os primeiros meses de vida. Nesta quinta-feira, Dia Nacional de Prevenção da Obesidade, lembrado em 11 de outubro, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância dos pais e cuidadores nesse processo.

A nutricionista da instituição, Maria Emilia Suplicy de Albuquerque, diz que os adultos devem servir de exemplo aos meninos e meninas. “Consumindo uma alimentação saudável junto com a família (hábitos de horários, tipos de alimentos e quantidades adequadas a cada refeição) e não compensar a ausência (pais trabalhando e crianças na escola) com alimentos, principalmente fast-foods ou snacks”, avalia.

Dados recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que cerca de 2,5 milhões de crianças – com idade inferior a 5 anos – estão com sobrepeso na América do Sul. Não por acaso, a obesidade tornou-se um problema comum na infância e adolescência. “A redução de atividade física não programada (substituição de brincadeiras ativas por eletrônicos e atividades do dia a dia que antigamente demandavam mais energia) e o aumento no consumo de calorias (redução no consumo de alimentos naturais mais saudáveis e aumento no consumo de alimentos industrializados e processados, com mais calorias e conservantes)  contribuíram para essa realidade”, completa Maria Emilia Suplicy de Albuquerque.

Prevenção é sempre o melhor remédio!

Veja 5 dicas da nutricionista do Hospital Pequeno Príncipe, Maria Emilia Suplicy de Albuquerque, para prevenir a obesidade:


1. Introdução alimentar correta aos 6 meses de idade – importante para a aceitação de variedade e quantidade de alimentos com o passar dos anos.
2. Evitar a oferta precoce de alimentos indevidos para a idade. Exemplo: açúcar antes dos dois anos.
3. Estimular desde cedo a atividade física para que seja feita prazerosamente.
4. Estimular bons hábitos à mesa –  sem eletrônicos durante as refeições; não encher o prato e exigir que coma tudo, respeitando a saciedade da criança; estimular um tempo maior de refeição, sem necessidade de terminar rápido; e evitar o excesso de líquidos no momento da refeição, principalmente os calóricos com açúcar.
5. Evitar o consumo excessivo de fast-food, frituras, doces e bebidas calóricas (sucos, chás e refrigerantes, por exemplo).

+ Notícias

09/12/2022

Vai viajar com a família? Confira a carteira de vacinação!

Após decidir o destino das férias, é fundamental checar com antecedência a carteirinha de imunização, principalmente de crianças e adolescentes
07/12/2022

5 dicas para manter uma alimentação saudável nas férias

O Hospital Pequeno Príncipe relembra a importância de cuidar de alguns hábitos nesta época do ano
06/12/2022

Espetáculo de Natal vai alterar o trânsito no entorno do Hospital

As apresentações do “Papai Noel na Sumiçolândia” acontecerão nos dias 9, 10 e 11 de dezembro, às 21h, na fachada histórica da instituição
05/12/2022

Serviço de Ortopedia do Pequeno Príncipe é referência em tratamento de doenças e síndromes complexas

Em 2021, o serviço realizou 17.249 procedimentos cirúrgicos, além de 13.040 consultas ambulatoriais
02/12/2022

Mitos e verdades sobre convulsões

Distúrbio que provoca grande apreensão nos pais, as convulsões precisam de acompanhamento médico
29/11/2022

Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
Ver mais