31º aniversário do ECA: em tempos de pandemia, sua importância redobrou - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

    31º aniversário do ECA: em tempos de pandemia, sua importância redobrou

    Nesta data, o Hospital Pequeno Príncipe reforça seu compromisso com o Estatuto da Criança e do Adolescente por meio de uma série de iniciativas em favor da proteção integral de nossos meninos e meninas
    13/07/2021

    Neste 13 de julho, data em que se comemora o 31º aniversário do Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069), é importante chamar a atenção para uma realidade preocupante agravada pela pandemia. Nos primeiros seis meses de 2021, o Brasil registrou uma média de 282 denúncias de crimes contra crianças e adolescentes por dia, de acordo com informações da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH).

    A maior parte delas (121) é de maus-tratos e 52 são de abuso sexual, como estupro ou assédio. Para os especialistas, o cenário pode ser ainda pior, já que os dados oficiais são subnotificados. Apesar das críticas por parte daqueles que não o compreendem e dos desafios enfrentados em sua trajetória para colocá-lo em prática, o ECA é uma importante conquista em prol da infância e da adolescência no Brasil e é fundamental para mudar realidades como essa. “É uma lei que impulsiona o movimento por uma sociedade melhor e mais justa para as crianças e adolescentes do Brasil”, fala a diretora executiva do Hospital Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro.

    O ECA, marco legal que define o conjunto de direitos e normas voltadas à proteção da infância e da adolescência, contribui para que nossos meninos e meninas tenham a chance de ter uma vida plena para crescer e se desenvolver com dignidade. “O Estado falha não cumprindo o que está previsto (escola, saúde, esporte, cultura), algumas famílias falham (não dando a proteção necessária, muitas vezes sendo o agente agressor), a sociedade criminaliza as crianças, ao invés de serem colocadas como vítimas de um sistema que não garante seus  direitos, são tratadas como culpadas por questões pelas quais não têm responsabilidade alguma” , avalia Thelma Alves de Oliveira, assessora da direção do Hospital Pequeno Príncipe e ex-secretária de Estado da Criança e da Juventude.

    Em sua trajetória centenária, o Pequeno Príncipe desenvolve uma série de iniciativas em favor da proteção integral das crianças e adolescentes. A instituição adota em sua missão o fortalecimento do núcleo familiar (reconhecendo o papel fundamental da família no cuidado e proteção das crianças), além de adotar uma prática de corresponsabilidade (família, estado e sociedade) sobre a proteção e cuidado com as crianças. O Hospital também desenvolve projetos e programas baseados em 5 direitos fundamentais (veja o box).

    + Notícias

    28/05/2024

    Como resgatar as brincadeiras tradicionais na era digital?

    Neste Dia Mundial do Brincar, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de equilibrar o tempo de tela com atividades lúdicas
    26/05/2024

    Centro de Vacinas Pequeno Príncipe: 25 anos de excelência em saúde

    Inovação, atendimento integral, atualização contínua, compromisso e capacitação de profissionais marcam um quarto de século da unidade
    22/05/2024

    Qual é a importância do vínculo afetivo na Primeiríssima Infância?

    A ligação entre a criança e seus cuidadores se estabelece ainda na gravidez e se estende por um longo caminho após o nascimento
    18/05/2024

    Aumentam registros de violência contra crianças e adolescentes

    Nas últimas duas décadas, foram mais de nove mil pacientes atendidos no Hospital Pequeno Príncipe por maus-tratos; violência sexual predomina
    17/05/2024

    Pequeno Príncipe mobilizado pelo Rio Grande do Sul

    Iniciativas vão desde teleconsultas a crianças e adolescentes em parceria com hospital gaúcho até mobilização de profissionais
    15/05/2024

    Como falar sobre as enchentes com as crianças?

    Hospital Pequeno Príncipe destaca a importância de agir com sensibilidade e estar atento aos sinais de sofrimento manifestados pelos pequenos
    Ver mais