Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade

Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade

O que é?

O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é uma doença crônica do sistema nervoso central, que se caracteriza por desatenção, inquietude e impulsividade. A criança pode ter dificuldades relacionadas à memória, percepção, linguagem, solução de problemas ou interação social.

O TDAH tem causas genéticas e se manifesta na infância, podendo durar a vida inteira. As crianças que apresentam esse transtorno podem ter baixa autoestima, dificuldade de relacionamentos e problemas na escola, causados pela falta de atenção. A hiperatividade tende a diminuir com o passar dos anos, enquanto a impulsividade e a desatenção podem persistir na idade adulta.

Existem três formas da doença: TDAH com predomínio de sintomas de desatenção, TDAH com mais sintomas de hiperatividade e impulsividade, e TDAH combinado, mesclando as duas formas. Fique atento à saúde geral da criança, porque existe o risco de outras doenças relacionadas, como ansiedade e depressão.

Quando acontece o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade?

Esse é o transtorno mais comum em crianças e adolescentes. Três a nove por cento deles têm TDAH e este, em mais da metade dos casos, continua na vida adulta. O número de casos é maior entre meninos.

Muitos pais de crianças com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade tinham os mesmos sintomas na infância, e é comum que irmãos apresentem distúrbios semelhantes, reforçando o fator genético existente.

Causas e fatores de risco

• Hereditariedade (a criança herda dos pais)
• Genética (alteração no material genético durante a formação do bebê)
• Fatores ambientais (exposição a chumbo, álcool e drogas)
• Baixo peso do bebê (menos de 1,5kg)
• Traumatismo craniano no bebê

Sintomas possíveis do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade

• Desatenção
• Hiperatividade
• Impulsividade
• Dificuldades de relacionamento
• Dificuldades para aceitar regras e limites
• Ansiedade
• Depressão
• Problemas com a autoestima
• Esquecimento e falta de concentração
• Agressividade e/ou irritabilidade
• Dificuldade de aprendizagem
• Inquietação

Diagnóstico

Para chegar ao diagnóstico de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, o pediatra fará um exame clínico e pedirá informações do histórico de saúde da família. Alterações comportamentais podem estar ligadas a mudanças na vida e na rotina da criança, que desencadeiam reações. O problema pode acentuar-se no período escolar.

O diagnóstico deve ser feito por especialistas, levando em conta que não existe um exame específico para detectar TDAH. Testes psicológicos, neurológicos ou físicos podem ser usados para descartar outras enfermidades.

Tratamento para o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade

O tratamento varia de acordo com a existência ou não de comorbidades (doenças associadas). Normalmente, o TDAH exige cuidados de uma equipe multidisciplinar para tratar todos os sintomas comportamentais e físicos.

Em alguns casos, podem ser receitados medicamentos que podem ajudar a controlar os sintomas, mas vale ressaltar que o TDAH pode durar anos ou a vida inteira. Apesar disso, a hiperatividade tende a diminuir à medida que as crianças crescem.

Quando devo procurar o Hospital Pequeno Príncipe?

Os sintomas de TDAH podem ser leves, moderados ou graves. Quando a criança está em idade escolar, a doença pode resultar em notas baixas, desentendimentos, dificuldade de relacionamentos e incapacidade de ter um bom convívio social.

Para evitar traumas e desgastes desnecessários, fique atento a esse comportamento e, ao notar sinais do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, procure o médico. No Pequeno Príncipe, a criança ou o adolescente terá o atendimento de uma equipe multidisciplinar, mantendo sob controle os sintomas que podem dificultar o dia a dia.

Clique aqui e conheça os nossos especialistas.

Acompanhe também as redes sociais do Pequeno Príncipe e fique por dentro de informações de qualidade!
FacebookInstagramTwitterLinkedInYouTube e TikTok.

Ver menos