Bronquiolite - Hospital Pequeno Príncipe

Bronquiolite

O que é?
Bronquiolite é o inchaço e acúmulo de secreção nos bronquíolos (ramificações que levam o oxigênio aos pulmões). Conforme essas vias aéreas ficam inflamadas, elas incham e se enchem de muco, e a criança fica com chiado no peito e dificuldade para respirar.

A bronquiolite é causada por um vírus e é bastante comum em bebês e crianças pequenas. A transmissão normalmente se dá pelo ar (tosse ou espirro), saliva (beijos ou bebidas compartilhadas) ou contato com superfícies contaminadas, mãos e pele.

Quando acontece?
Dos casos de bronquiolite, 75% ocorrem no primeiro ano de vida. A doença é a principal causa de hospitalização entre crianças. Bebês com histórico de prematuridade, doença cardíaca ou pulmonar congênita, sistema imunológico enfraquecido ou fraqueza muscular têm maior risco de apresentar a versão grave da enfermidade.

Causas

  • Vírus (VSR – vírus sincicial respiratório, parainfluenza, influenza e adenovírus)
  • Prematuridade
  • Exposição à fumaça de cigarro
  • Doença cardíaca
  • Doença pulmonar crônica
  • Sistema imunológico enfraquecido

Sintomas possíveis

  • Coriza (nariz escorrendo)
  • Tosse
  • Febre
  • Respiração rápida
  • Dificuldade para respirar
  • Chiado no peito
  • Cansaço
  • Dificuldade para se alimentar
  • Sonolência
  • Taquicardia (batimento cardíaco rápido)
  • Apneia (pausa na respiração por mais de 15 segundos)
  • Dificuldade para sugar (bebês)

Diagnóstico
O médico da criança pode diagnosticar a bronquiolite analisando o histórico de saúde e fazendo um exame físico. Mas como os sintomas podem coincidir com os de outras doenças, ele também pode pedir um raio-X de tórax, exames de sangue ou gases sanguíneos, oximetria de pulso ou ainda cotonete nasofaríngeo, para identificar o vírus.

Quando devo procurar o Hospital Pequeno Príncipe?
Crianças com menos de 2 anos têm maior risco de bronquiolite pela falta de um sistema imunológico maduro. Além disso, nessa idade, o calibre das vias aéreas é menor, e a inflamação do bronquíolo provoca um estreitamento grande para a passagem do ar, causando a forma mais grave da doença.

Fique atento aos sinais que a criança apresenta (ver Sintomas) e procure um médico do Pequeno Príncipe antes que a doença se agrave. O Hospital conta com os melhores especialistas para atender crianças de todas as idades da melhor maneira.

Tratamento
A maioria dos casos de bronquiolite é leve, e o tratamento consiste em amenizar os sintomas. O melhor a fazer, em muitos casos, é deixar a criança descansar e manter uma boa higiene nasal com soro fisiológico. A inflamação geralmente desaparece com o tempo, e o uso de medicamentos só é recomendado se houver demora na melhora do paciente.

Como se trata de um vírus, não existe um remédio específico, mas é possível usar medicação broncodilatadora (que abre os brônquios e melhora a passagem de ar). É comum o pediatra recomendar que o paciente faça inalação.

Se o quadro for mais sério, causando problemas respiratórios graves especialmente em bebês, o ideal será o internamento no Hospital, para que o paciente seja acompanhado de perto pelos melhores profissionais.

Dica para os pais ou responsáveis: lembre-se de que o melhor a fazer é sempre procurar um médico e jamais dar remédios ou usar receitas caseiras sem prescrição.

Diferencial do Pequeno Príncipe
Para crianças pequenas que necessitam de mais suporte para a respiração, o Pequeno Príncipe tem opções menos invasivas e mais confortáveis, como cateter nasal de alto fluxo e ventilação não invasiva em máscara “full face”.

Ver menos