Urticária e angioedema - Hospital Pequeno Príncipe

Urticária e angioedema

O que é?
Urticária é uma irritação na pele que tem como característica lesões avermelhadas e inchadas, que coçam muito. Elas podem surgir em qualquer área do corpo, com tamanhos variados, juntas ou isoladas, e sempre acompanhadas de coceira. O nome urticária deriva de “urtiga”, porque as lesões que aparecem na pele lembram as que são causadas pelo contato com a planta.

A urticária pode ser aguda (quando os sinais desaparecem rápido) ou crônica (quando eles duram mais de seis semanas). A irritação na pele pode ser induzida (quando um fator é identificado, como alimentos) ou espontânea (quando a doença ocorre sem causa identificada).

Já o angioedema é o mesmo tipo de infecção só que nas camadas mais profundas da pele, causando inchaço em várias partes do corpo. Se isso acontecer na garganta, pode causar problemas respiratórios graves.

Quando acontece?
Embora seja mais comum em adultos, a urticária crônica pode ocorrer em qualquer idade. Crianças com alergias correm um risco maior.

Causas

  • Alergia alimentar
  • Alergia a medicamentos
  • Arranhões na pele
  • Picadas de insetos
  • Alergia ao frio (ar ou água) ou calor (exposição solar)
  • Infecção viral
  • Infecção bacteriana
  • Reação anafilática
  • Alergia a plantas ou pólen
  • Genética (no caso do angioedema)
  • Estresse emocional e traumas
  • Outras doenças

Sintomas possíveis

  • Inchaços com coceira
  • Vermelhidão na pele
  • Saliências na pele (vergões)
  • Febre
  • Tosse
  • Diarreia

Diagnóstico
Como a urticária é muito visual, ela pode ser diagnosticada com facilidade pelo médico, com base apenas no exame físico e histórico de saúde. O pediatra pode solicitar exames de sangue para ajudar a determinar a causa.

Principalmente no caso do angioedema hereditário, o diagnóstico é feito com exames específicos.

Quando devo procurar o Hospital Pequeno Príncipe?
Por estar associada a reações alérgicas, a urticária pode causar risco à vida. Se ela vier associada a outros sintomas, como dificuldade para respirar, chiado no peito, tosse e dificuldade para engolir, a criança pode estar tendo uma reação grave, e o ideal é procurar um hospital o quanto antes. No Pequeno Príncipe há equipes treinadas, com os melhores profissionais para cuidar de crianças e adolescentes.

Tratamento
O tratamento dependerá dos sintomas e do estado geral de saúde do paciente. Se a urticária for causada por medicamentos ou por algo que causa uma alergia conhecida, tente mantê-lo longe do que causa a reação. O pediatra da criança pode prescrever alguns remédios para ajudar nos sintomas.

Casos mais graves podem exigir um tratamento com hormônios (como esteroides). No caso do angioedema, quando ele atinge a garganta, pode ser necessária ajuda respiratória. Tudo isso será avaliado pelo médico e conversado com os pais ou responsáveis pela criança.

Dica para os pais ou responsáveis: lembre-se de que o melhor a fazer é sempre procurar um hospital e evitar fórmulas caseiras sem prescrição médica.

Ver menos