Pólipos e síndromes polipoides gastrointestinais - Hospital Pequeno Príncipe

Pólipos e síndromes polipoides gastrointestinais

O que são?
Pólipos são lesões elevadas presentes no trato gastrointestinal que podem aparecer de forma isolada, em pequeno ou em grande número. Denominam-se síndromes polipoides quando há grande número de pólipos.

A grande maioria dos pólipos isolados é do tipo juvenil. As síndromes polipoides são condições hereditárias e incluem, entre outras formas, a polipose juvenil, a síndrome de Peutz-Jeghers e a polipose adenomatosa familiar. Existem ainda outros tipos de síndromes polipoides, mais raras.

Muitas crianças são diagnosticadas com pólipo quando há sangramento anal, portanto é importante procurar um gastroenterologista pediátrico se o menino ou a menina apresentar esse sintoma.

Quando acontecem?
Os pólipos gastrointestinais podem estar presentes em crianças de qualquer idade e em ambos os sexos. Acometem qualquer parte do trato gastrointestinal, sendo mais comuns no cólon e no reto, com características benignas ou malignas.

O pólipo juvenil é o mais encontrado, geralmente de característica benigna, sendo responsável por 90% dos pólipos de crianças até os 10 anos de idade. Crianças com história familiar de síndromes polipoides devem ser acompanhadas por gastroenterologista pediátrico mesmo que não apresentem sintomas.

Causas

  • Fator genético
  • Hereditariedade

Sintomas possíveis

  • Sangramento anal (geralmente indolor)
  • Dor abdominal
  • Pólipo retal visível (presença de lesão que se exterioriza durante a evacuação)
  • Anemia
  • Sinais de intussuscepção decorrente de pólipo em intestino delgado (dor abdominal de forte intensidade e vômito)
  • Manchas escuras na região de boca, lábios, olhos, narinas, dedos, palma das mãos e planta dos pés (síndrome de Peutz-Jeghers)

Diagnóstico
Os testes genéticos são realizados por meio de coleta de sangue e auxiliam no rastreamento de síndromes polipoides familiares, bem como na avaliação do risco de malignidade. Os exames de imagem, tais quais a tomografia computadorizada, a ressonância magnética e a radiografia contrastada de trânsito intestinal, podem evidenciar a presença de pólipos. Contudo, os exames que irão constatar a presença e número de pólipos, tamanho e características (por meio das biópsias), e em alguns casos também realizar o tratamento por polipectomia (retirada do pólipo), são a colonoscopia, a endoscopia digestiva alta e a enteroscopia.

Quando devo procurar o Hospital Pequeno Príncipe?
Crianças com sintomas descritos acima devem ser avaliadas por pediatra ou gastroenterologista pediátrico. As síndromes polipoides gastrointestinais têm um risco aumentado de obstrução intestinal e desenvolvimento de alterações compatíveis com malignidade. Por isso é importante ficar atento aos sintomas da criança. A qualquer sinal ou suspeita de pólipo, procure atendimento médico no Hospital Pequeno Príncipe.

Se houver histórico de síndromes polipoides na família, informe ao pediatra durante o atendimento. E na presença de quaisquer sintomas ou até mesmo para rastreio em crianças assintomáticas com histórico familiar de síndromes polipoides, procure um gastroenterologista pediátrico para acompanhamento clínico adequado.

Tratamento
Os pólipos juvenis podem ser diagnosticados em exames de colonoscopia com a polipectomia (retirada do pólipo) como medida terapêutica. Pacientes com síndromes polipoides hereditárias devem ser acompanhados regularmente e realizar vigilância endoscópica (acompanhamento por exames de endoscopia digestiva alta, colonoscopia e/ou enteroscopia), de acordo com indicação do gastroenterologista pediátrico. Em alguns casos de síndromes polipoides familiares, devido a complicações ou risco de malignidade dos pólipos, pode ser necessária a realização de cirurgia.

Diferencial do Pequeno Príncipe
O Serviço de Gastroenterologia e Endoscopia Digestiva do Hospital Pequeno Príncipe conta com uma equipe de especialistas com amplo conhecimento e experiência em enfermidades gastrointestinais pediátricas. A instituição disponibiliza atendimento profissional, ético, humanizado e qualificado, além de infraestrutura e equipamentos adequados para o público infantojuvenil.

Conheça nossos especialistas

Ver menos