Dor abdominal - Hospital Pequeno Príncipe

Dor abdominal

O que é?
A dor abdominal é uma das queixas mais comuns no atendimento em consultórios ou emergências pediátricas, pois muitos órgãos estão localizados no abdômen. As dores abdominais podem ser relacionadas a processos funcionais (benignos, mas que podem interferir no bem-estar da criança).

Elas podem ser agudas, com necessidade de intervenção imediata, ou crônicas, que necessitam de acompanhamento médico individualizado.

Na maioria das crianças, a dor abdominal está relacionada a causas provenientes do sistema digestivo, porém causas urinárias, alterações em testículos e ovários, pneumonias e outras doenças podem também desencadear dor abdominal.

Quando acontece?
A dor abdominal pode ocorrer em qualquer faixa etária e em ambos os sexos. É importante ficar atento às características da dor na criança: se é uma dor aguda ou recorrente, se é de fraca ou forte intensidade, se interfere nas atividades do menino ou da menina, se há necessidade do uso de medicações, se a criança tem recusa alimentar, se há alterações de urina ou evacuação, e se há vômitos ou febre.

Dica para os pais ou responsáveis: a causa da doença pode não ser tão clara em alguns episódios de dor abdominal. Fique atento à rotina e aos sinais apresentados pela criança. Se a dor persistir, não hesite em procurar um especialista do Hospital Pequeno Príncipe.

Causas

  • Constipação
  • Excesso na ingestão de açúcares
  • Cólica
  • Gastrite e doença do refluxo gastroesofágico
  • Dor abdominal funcional
  • Alergia alimentar
  • Parasitose
  • Doenças inflamatórias intestinais
  • Doença celíaca
  • Doenças em vesícula biliar e fígado
  • Doenças em ovário ou testículo
  • Adenite mesentérica (inflamação de gânglios linfáticos em abdômen)
  • Pneumonias
  • Infecções urinárias e/ou cálculos renais
  • Ansiedade
  • Apendicite ou abdômen agudo (necessidade de avaliação do cirurgião pediátrico)
  • Doenças pancreáticas
  • Diabetes melito tipo 1 – cetoacidose diabética
  • Abscessos
  • Tumores

Sintomas possíveis

  • Dor abdominal em todo abdômen ou localizada
  • Náuseas e/ou vômito
  • Azia
  • Alteração no hábito intestinal (diarreia ou constipação)
  • Febre
  • Recusa alimentar
  • Perda de peso
  • Sangue nas fezes
  • Alteração urinária
  • Distensão abdominal
  • Sensação de saciedade precoce (sentir-se satisfeito ao comer, mesmo com a ingestão de uma quantidade pequena de alimento)

Diagnóstico
O diagnóstico é feito de acordo com as características da dor da criança. O pediatra, por meio de uma análise do histórico médico e exame físico, definirá a necessidade de investigação e/ou tratamento da dor abdominal. Podem ser necessários exames laboratoriais (sangue, urina ou fezes), exames radiológicos (radiografias, ultrassonografia de abdômen) e exames endoscópicos (endoscopia digestiva alta ou colonoscopia), de acordo com cada paciente e quadro clínico.

Quando devo procurar o Hospital Pequeno Príncipe?
Se a criança apresentar dor abdominal recorrente: procure o pediatra. Em caso de dor abdominal aguda de forte intensidade, que não melhora com medicações analgésicas simples ou que tem outros sintomas associados, procure a emergência pediátrica. O Hospital Pequeno Príncipe tem pediatras e especialistas em áreas de atuação da pediatria (gastroenterologistas pediátricos, cirurgiões pediátricos, nefrologistas pediátricos) para atender e realizar a investigação e o acompanhamento clínico adequado de crianças e adolescentes.

Tratamento
O tratamento para a dor abdominal dependerá da causa da dor. Podem ser necessários medicamentos, organização alimentar ou, em casos específicos, cirurgias.

Pacientes com dor abdominal funcional, doenças inflamatórias intestinais, doença celíaca, gastrites, doença do refluxo gastroesofágico e outras doenças gastrointestinais devem ser acompanhados por um gastroenterologista pediátrico. Se a causa for uma apendicite aguda, por exemplo, o tratamento é cirúrgico.

O médico do paciente vai orientar qual a melhor forma de tratar a dor ao identificar a origem do problema, que pode inclusive estar ligado a transtornos emocionais, exigindo o acompanhamento de outros profissionais de saúde.

Diferencial do Pequeno Príncipe
O Serviço de Gastroenterologia e Endoscopia Digestiva do Hospital Pequeno Príncipe conta com uma equipe de especialistas com amplo conhecimento e experiência em enfermidades gastrointestinais pediátricas. A instituição disponibiliza atendimento profissional, ético, humanizado e qualificado, além de infraestrutura e equipamentos adequados para o público infantojuvenil.

Conheça nossos especialistas

Ver menos