Alergia alimentar - Hospital Pequeno Príncipe

Alergia alimentar

O que é?
Alergia alimentar é a reação anormal do sistema de defesa do organismo à proteína alimentar. A proteína do leite de vaca é a principal causa de alergia alimentar, mas outros alérgenos comuns são a soja, a clara do ovo, o trigo, o amendoim, as nozes, os peixes e os frutos do mar.

Quando acontece?
A alergia alimentar é decorrente de mecanismos imunológicos (IgE, não IgE mediados e mistos) que envolvem as proteínas contidas nos alimentos. Nos primeiros meses de vida, a imaturidade do sistema imunológico intestinal é responsável pela alergia, por um mecanismo não mediado por IgE. Os bebês com essa forma de alergia apresentam mais sintomas gastrointestinais e, normalmente, a situação é resolvida naturalmente ainda no primeiro ano de vida.

Dica para os pais ou responsáveis: intolerância à lactose não é alergia ao leite. A lactose é o açúcar encontrado no leite e não é desencadeadora de alergias, mas sim de intolerância.

Causas

  • Histórico familiar de doenças alérgicas
  • Alterações nos mecanismos de defesa do organismo
  • Fatores ambientais como tipo de parto, duração do aleitamento materno, dieta, uso de medicações, entre outros

Sintomas possíveis

  • Sintomas gastrointestinais: diarreia, sangue nas fezes, cólica, refluxo, vômito, náusea, recusa alimentar, baixo ganho de peso, dificuldade para engolir, constipação, assadura
  • Sintomas respiratórios: dificuldade para respirar, respiração rápida e ofegante, broncoespasmo, chiado, coriza, obstrução nasal
  • Sintomas na pele: dermatite atópica, manchas avermelhadas (urticária), coceira, inchaço dos lábios, língua, pálpebras
  • Manifestações sistêmicas: anafilaxia é a manifestação mais grave da alergia alimentar, podendo envolver pele, sistema gastrointestinal, sistema respiratório, sistema cardiovascular e sistema nervoso

Diagnóstico
Ao suspeitar de alergia alimentar, é fundamental avaliar a história clínica detalhada do paciente e o histórico alimentar associado aos sintomas. Após a identificação do alimento suspeito, recomenda-se a sua eliminação por duas a quatro semanas. A confirmação diagnóstica ocorre após a reexposição do alimento ao paciente e, assim, ter a certeza de que existe a relação de causa e efeito. A solicitação dos exames complementares deve levar em consideração o tipo de reação alérgica, e a interpretação dos resultados deve ser bem avaliada por um médico experiente.

Quando devo procurar o Hospital Pequeno Príncipe?
Se a criança tem alergia alimentar, os pais ou responsáveis devem estar sempre atentos, pois a exposição ao alimento pode causar reações graves. No Hospital Pequeno Príncipe há uma equipe multiprofissional pronta para orientar o tratamento de cada paciente.

Dica para os pais ou responsáveis: anafilaxia é uma emergência médica. Se a criança ou o adolescente estiver sufocando ou tendo uma reação alérgica grave, chame socorro e vá imediatamente para um hospital.

Tratamento
O tratamento da alergia alimentar baseia-se na dieta de exclusão das proteínas que causaram o problema. Para bebês em aleitamento materno, recomenda-se dieta de restrição para a mãe. Para aqueles que estão em uso de fórmulas infantis, deve-se avaliar o uso de fórmulas hipoalergênicas conforme a idade e o quadro clínico do paciente. Em caso de reações, podem ser utilizados medicamentos específicos para o tratamento e controle dos sintomas. É de extrema importância manter as necessidades nutricionais do paciente, pois dietas muito restritivas podem causar deficiências nutricionais e quadros de desnutrição. Todas as orientações devem ser fornecidas aos pacientes e familiares por profissionais capacitados.

Diferencial do Pequeno Príncipe
O Serviço de Gastroenterologia e Endoscopia Digestiva do Hospital Pequeno Príncipe conta com uma equipe de especialistas com amplo conhecimento e experiência em enfermidades gastrointestinais pediátricas. A instituição disponibiliza atendimento profissional, ético, humanizado e qualificado, além de infraestrutura e equipamentos adequados para o público infantojuvenil.

Conheça nossos especialistas

Ver menos