Picadas de insetos

Nesta época do ano a proliferação de insetos e bichos peçonhentos é intensa. E com isso, picadas de mosquitos, pernilongos ou até mesmo aranhas marrons podem ser mais comuns.

O pediatra Victor Horácio dá dicas de como evitar a exposição de crianças e adolescentes a essas situações. Além do mosqueteiro e repelente é muito importante manter os meninos e meninas hidratados, já que a pele ressecada intensifica ainda mais as coceiras e escoriações.

+ Fala, Doutor

Doenças respiratórias

O pneumologista Paulo Kussek explica que evitar aglomerações de pessoas e fazer a higiene correta das mãos e vias respiratórias, especialmente nos bebês, pode ajudar muito no combate as tosses, gripes e corizas

Autismo

O transtorno do espectro autista é um tema que envolve muitos mitos. O neurologista pediátrico, Antônio Carlos de Farias explica que a visão distorcida sobre essa condição pode interferir no tratamento multidisciplinar

Febre

A febre não é uma doença, e sim uma reação do organismo quando algo não está indo bem

Faça sua doação