Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Notícias

Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
29/11/2022
Dia de Doar 2022
Neste Dia de Doar, o Hospital reforça a importância das doações para causa da saúde infantojuvenil.

 

No Dia de Doar 2022, celebrado nesta terça-feira (29/11), o Pequeno Príncipe, maior hospital exclusivamente pediátrico do país, destaca a destinação de recursos via renúncia fiscal como uma das modalidades com grande potencial de captação. Em 2021, por exemplo, os R$ 256 milhões arrecadados representaram apenas 3,15% do potencial total. Isso significa que cerca de R$ 8 bilhões deixam de ser destinados para projetos sociais de instituições filantrópicas como o Hospital.

Por meio dessa modalidade, todo o contribuinte que realiza a declaração de Imposto de Renda pelo formulário completo pode destinar até 6% de seu imposto, sem nenhum custo financeiro. O processo é simples. Quem tem IR a pagar, o valor doado para a instituição é subtraído da quantia devida. Já no caso de restituição, o valor doado é somado ao que a pessoa física tem a receber, corrigido pela taxa Selic. Pessoas jurídicas que fazem declaração por lucro real também podem destinar até 9% do seu IR. As doações deste ano devem ser feitas até 29 de dezembro.

Uma das vantagens para o contribuinte é escolher para qual instituição e qual projeto o seu imposto pode ir. E como essas doações são regulamentadas por leis federais, estaduais e municipais, o cidadão também pode acompanhar como os recursos estão sendo aplicados. Sem fins lucrativos, o Pequeno Príncipe utiliza essa receita para manter os investimentos em assistência, pesquisa, tecnologia e capacitação de profissionais. Os projetos de impacto social desenvolvidos pela instituição são aprovados nos fundos para a infância e adolescência e monitorados pelos conselhos de direito e pelo Tribunal de Contas. Os órgãos fiscalizam a prestação de contas e acompanham resultados e indicadores.

A data

O Dia de Doar foi “importado” há nove anos, dos Estados Unidos. Com o nome de #GivingTuesday, a data é celebrada sempre na primeira terça-feira após o Dia de Ação de Graças, o Thanksgiving Day, e foi instituída como um dia internacional de doações, no início da temporada de Natal. Desde então, mais de 55 países participam oficialmente da campanha, e ações são realizadas em mais de 190 localidades. Para colaborar com a campanha, as pessoas podem usar as hashtags #diadedoar, #doepequenoprincipe e #thanksgiveng, em suas redes sociais.

Conforme a segunda edição do Giving Report Brasil, as pessoas doam porque isso “faz com que se sintam bem”, e a sociedade entende que o impacto das organizações civis é positivo para comunidades locais e para o país como um todo. Mas, apesar de ter subido 14 posições no Ranking Global de Solidariedade de 2020 – levantamento mais recente –, em relação aos dados de 2018, quando ocupava o 54.º lugar, o número de doações, em todas as suas formas, encolheu nos últimos cinco anos no território nacional. A pesquisa Doação Brasil 2020, promovida pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS), mostra que enquanto, em 2015, 77% da população havia feito algum tipo de doação, em 2020, o percentual ficou em 66%. Quando se considera apenas a doação em dinheiro, a proporção cai de 52% para 41%.

“Milhões de pessoas são inspiradas por esse movimento mundial criado para promover um país mais generoso, uma iniciativa que beneficia milhares de organizações ao redor do mundo e transforma a vida de milhões de pessoas. Queremos agradecer imensamente por todo o apoio e suporte que recebemos ao longo de mais de 100 anos de atuação. Mas em especial nessa data quero principalmente fazer um pedido: doem para as organizações que vocês conhecem, doem para transformar o mundo junto com a gente”, diz a diretora-executiva do Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro.

Acompanhe os conteúdos também nas redes sociais do Pequeno Príncipe e fique por dentro de informações de qualidade – FacebookInstagramTwitterLinkedIn e YouTube

+ Notícias

27/01/2023

Hanseníase: atenção aos sinais e sintomas auxilia diagnóstico

Neste Dia Mundial de Combate à Hanseníase, o Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância de se buscar os serviços de saúde logo no aparecimento dos primeiros sinais e lembra que a doença tem cura
25/01/2023

Gastrosquise: diagnóstico é possível pelo ultrassom na gestação

O Hospital Pequeno Príncipe é referência no tratamento cirúrgico da doença, que é uma malformação rara da parede abdominal ocasionada ainda na formação do feto
23/01/2023

Saiba tudo sobre viroses em crianças

Hospital Pequeno Príncipe chama atenção de famílias para quadros virais comuns durante o verão
20/01/2023

Como cuidar da saúde mental na infância e adolescência?

O Hospital Pequeno Príncipe chama atenção para o tema e sugere atitudes de pais e responsáveis para contribuir com seus filhos
18/01/2023

Centro de Reabilitação e Convivência Pequeno Príncipe atende de forma integral crianças e adolescentes com deficiência

A unidade conta com laboratório de marcha, parque adaptado e sala de realidade virtual
16/01/2023

ALTA COMPLEXIDADE | Serviço de Radiologia Intervencionista

A especialidade trata doenças complexas em procedimentos minimamente invasivos. Saiba mais sobre o serviço na série de alta complexidade
Ver mais