Centro Cirúrgico do Hospital é referência em alta complexidade

Notícias

Centro Cirúrgico do Hospital Pequeno Príncipe é referência em alta complexidade

Com 51 cirurgiões principais e 15 anestesistas, o serviço atende a todas as 35 especialidades oferecidas pela instituição
17/10/2022
centro cirúrgico
O Centro Cirúrgico do Hospital Pequeno Príncipe é considerado o maior do país em volume de procedimentos pediátricos.

 

O Pequeno Príncipe oferece 35 especialidades e realiza mais de 200 mil atendimentos ambulatoriais por ano. Entre os serviços de referência da instituição está o Centro Cirúrgico, considerado o maior do país em volume de procedimentos pediátricos. Nas nove salas cirúrgicas, sendo uma destinada aos procedimentos de hemodinâmica, são efetuados procedimentos de todas as especialidades para o público infantojuvenil, sejam de baixa, média ou alta complexidade. No primeiro semestre de 2022, foram feitas cerca de seis mil cirurgias, número que envolveu quase dez mil procedimentos.

O Centro Cirúrgico conta com acesso restrito, focado na segurança do paciente, sendo permitido o acesso somente de pessoas autorizadas. Além disso, fica em um local estratégico com acesso rápido às demais unidades, como os setores de internação, pronto-socorro, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e farmácia.

“Para um centro cirúrgico funcionar, ele não pode terminar em si. Ele precisa de integração dos demais setores e envolver diferentes profissionais, além do fornecimento de materiais e medicamentos. Isso também o torna complexo”, explica o diretor-técnico do Hospital Pequeno Príncipe, Donizetti Dimer Giamberardino Filho.

centro cirúrgico
Em média, circulam diariamente 90 profissionais no setor, que funciona 24 horas.

Por dentro do “coração” do Hospital Pequeno Príncipe

O centro cirúrgico de um hospital é definido como o “coração” da instituição. Seja porque é nele que muitos diagnósticos difíceis são resolvidos ou pelo órgão de todos os presentes na sala bater de maneira ritmada, em busca da melhor solução para o paciente. No Hospital Pequeno Príncipe, a unidade é composta por uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, anestesistas, instrumentadores cirúrgicos, farmacêuticos, além do setor administrativo.

Com 51 cirurgiões principais e 15 anestesistas, a instituição é considerada o maior centro do Brasil em cirurgia na área da pediatria, atendendo em 16 especialidades e subespecialidades. Em média, circulam diariamente 90 profissionais no setor, que funciona 24 horas, todos os dias da semana. Grande parte das cirurgias é realizada de segunda a sexta-feira. Entretanto, para os casos de pacientes que precisam passar por procedimentos de urgência e emergência, as especialidades de ortopedia e cirurgia pediátrica trabalham em plantões de 24 horas.

“O papel do centro cirúrgico é muito relevante em um hospital, porque ele torna possível o tratamento de doenças complexas e raras, trazendo mais segurança e qualidade de vida para os pacientes”, ressalta Donizetti.

Oferecendo o melhor atendimento a crianças e adolescentes do país, o Centro Cirúrgico é equipado com aparelhos de última geração, como a mesa cirúrgica utilizada em cirurgias da coluna. “O equipamento gira 360 graus, permitindo uma melhor visualização por parte da equipe médica e menor risco nas anestesias. Ele também diminui o risco de lesões no paciente, que fica mais de sete horas na mesma posição. É um diferencial muito importante para nosso serviço”, detalha a gerente do Centro Cirúrgico, Doris Bordini Gozi.

Outro diferencial é o suporte de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no pós-operatório e equipamentos de monitorização. Assim como as equipes de anestesistas e de enfermagem, ambas altamente especializadas no suporte e acompanhamento de todos os procedimentos.

“Transplantes de órgãos, cirurgias minimamente invasivas, implantes cocleares, para exemplificar, são cirurgias rotineiras em nosso Centro Cirúrgico. Isso é reflexo do nosso corpo clínico, que é altamente diferenciado e reconhecido nacional e internacionalmente”, explica o diretor-clínico do corpo médico, Lauro João Lobo Alcantara.

centro cirúrgico
O Centro Cirúrgico é equipado com aparelhos de última geração, como a mesa cirúrgica utilizada em cirurgias da coluna.

Humanização no Centro Cirúrgico

O Hospital Pequeno Príncipe nasceu há mais de 100 anos com o olhar de que cada paciente atendido é único. Assim, a atuação da instituição é baseada na valorização da diversidade, na integração dos saberes e na real humanização dos serviços. Por isso, pais ou responsáveis acompanham a criança ou o adolescente até a sala de cirurgia. O acompanhante, devidamente paramentado, fica no local participando efetivamente do processo de cirurgia segura e sedação, dando todo carinho e conforto para a criança ou o adolescente.

Enquanto o procedimento ocorre, o familiar pode esperar em uma sala localizada em frente ao Centro Cirúrgico. Assim que o procedimento termina, o médico conversa com o pai e/ou responsável sobre a cirurgia, que em seguida é liberado para ficar com o paciente na RPA, sala de recuperação anestésica.

“A participação do familiar é, com certeza, um grande diferencial. Por mais que outros hospitais atendam pediatria, não é uma premissa de todos esse atendimento humanizado. Essa participação ativa, tanto no início da cirurgia assim como na saída para a recuperação, faz muita diferença para a criança ou adolescente”, ressalta Doris.

Procedimentos cirúrgicos que o Pequeno Príncipe realiza

Além das cirurgias pediátricas (especialidade responsável por cirurgias gerais, oncológicas, urológicas, neonatais e videocirurgias), o Hospital Pequeno Príncipe realiza cirurgias ortopédicas, cardiológicas, vasculares, plásticas, oftalmológicas, bucomaxilofaciais, neurocirurgias, cirurgias de cabeça e pescoço, cirurgias otorrinolaringológicas, radiologia intervencionista, hemodinâmica diagnóstica e terapêutica, e transplante de fígado, de rim e de coração. O serviço também recebe um grande número de pacientes com 1 mês de vida, com malformações congênitas, e é referência em cirurgias neonatais cardiológicas e oncológicas pediátricas.

transplante
No primeiro semestre de 2022, foram feitas cerca de seis mil cirurgias, número que envolveu quase dez mil procedimentos.

 

Acompanhe os conteúdos também nas redes sociais do Pequeno Príncipe e fique por dentro de informações de qualidade – Facebook, InstagramTwitterLinkedInYouTube

+ Notícias

02/12/2022

Mitos e verdades sobre convulsões

Distúrbio que provoca grande apreensão nos pais, as convulsões precisam de acompanhamento médico
29/11/2022

Dia de Doar: renúncia fiscal tem potencial de arrecadar até R$ 8 bilhões

Data criada há 20 anos nos Estados Unidos pretende fortalecer cultura de doações no Brasil. Doações via Imposto de Renda podem ser feitas até dia 29 de dezembro
25/11/2022

Hemodinâmica: cateterismo evita cirurgias de grande porte em neonatos

O serviço do Hospital Pequeno Príncipe é referência nacional em pediatria e, em 2021, realizou 297 cateterismos
24/11/2022

Pequeno Príncipe vence o Prêmio Líderes Regionais Paraná 2022

A instituição foi premiada na categoria ESG – Responsabilidade Social. O reconhecimento destaca empresas, organizações e empresários que contribuíram para o desenvolvimento do estado
23/11/2022

Câncer pediátrico: diagnóstico precoce pode salvar até 84% dos pacientes

Referência nacional no tratamento de doenças onco-hematológicas há meio século, Hospital Pequeno Príncipe alerta sobre sintomas
21/11/2022

Pequeno Príncipe atua na prevenção da resistência aos antimicrobianos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 1,3 milhão de pessoas morram a cada ano devido aos efeitos dessa resistência  
Ver mais