Pequeno Príncipe recebe peça sobre a dengue - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Pequeno Príncipe recebe peça sobre a dengue

Espetáculo da Cia. Regina Vogue trouxe informações importantes sobre a doença aos pacientes em tratamento na instituição e seus familiares
29/02/2016

DSC_0083Apesar de Curitiba ainda não registrar quadros de infecção do vírus da dengue na própria cidade, o município já contabilizou 268 casos importados. Os dados, da Secretaria da Saúde do Paraná, são alarmantes. Para informar e auxiliar no combate a esse mal, o tema foi parar nos palcos de teatro e também no Hospital Pequeno Príncipe. Na manhã desta segunda-feira, dia 29, as crianças em tratamento na instituição e seus familiares puderam assistir a peça “Chapeuzinho Cor de Mel e um Monstro pra lá de Cruel”, da Cia. Regina Vogue.

Inspirada no conto de fadas europeu do século XIV, a apresentação narra a história de uma menina que vai até a casa da avó doente e no caminho se depara com uma figura assustadora. Neste caso, sai de cena o lobo mau e entra em ação o mosquito da dengue. Por meio da literatura de cordel, típica do Nordeste brasileiro, a peça conta com um forte cunho social e educacional. “É um prazer estar aqui e trabalhar com as crianças, ainda mais diante de um tema tão em evidência quanto esse. Além disso, trazer cultura para os pacientes é muito gratificante”, ressalta a artista Regina Vogue.

DSC_0081Nubia de Oliveira, de 8 anos, aprendeu uma importante lição com a peça: “Eu não posso nunca deixar água parada”, diz. Sua avó, Teresa do Rocio Oliveira, ficou encantada com a apresentação. “Falar sobre o assunto da dengue é muito importante para orientar não só as crianças, mas também os adultos”, aponta.
O espetáculo está em cartaz no Teatro Regina Vogue até o dia 13 de março, aos sábados e domingos, às 16h. Para mais informações, acesse www.reginavogue.com.br ou entre em contato pelo telefone (41) 2101-8292.

+ Notícias

22/05/2024

Qual é a importância do vínculo afetivo na Primeiríssima Infância?

A ligação entre a criança e seus cuidadores se estabelece ainda na gravidez e se estende por um longo caminho após o nascimento
18/05/2024

Aumentam registros de violência contra crianças e adolescentes

Nas últimas duas décadas, foram mais de nove mil pacientes atendidos no Hospital Pequeno Príncipe por maus-tratos; violência sexual predomina
17/05/2024

Pequeno Príncipe mobilizado pelo Rio Grande do Sul

Iniciativas vão desde teleconsultas a crianças e adolescentes em parceria com hospital gaúcho até mobilização de profissionais
15/05/2024

Como falar sobre as enchentes com as crianças?

Hospital Pequeno Príncipe destaca a importância de agir com sensibilidade e estar atento aos sinais de sofrimento manifestados pelos pequenos
13/05/2024

É normal a criança ter amigos imaginários?

A criação desses personagens é comum no desenvolvimento infantil, mas veja alguns sinais que indicam atenção a essa prática
09/05/2024

Ministra da Saúde visita área onde será o Pequeno Príncipe Norte

Nísia Trindade de Lima destacou a importância do projeto e da instituição para a saúde infantil do país
Ver mais