Fique atento: Declaração de Vacinação é obrigatória para matrículas nas redes pública e partícular de ensino do Paraná - Hospital Pequeno Príncipe

Notícias

Fique atento: Declaração de Vacinação é obrigatória para matrículas nas redes pública e partícular de ensino do Paraná

A medida, determinada pela Lei Estadual 19.534/18, já é válida para o processo de rematrícula nos colégios estaduais, que tem início no dia 19 de novembro
08/11/2018

Pais e responsáveis devem ficar atentos: com a aprovação da Lei Estadual 19.534/18, estudantes menores de 18 anos, das redes pública e particular do Paraná, precisam apresentar – para matrícula ou rematrícula – cópia e original da Declaração de Vacinação. O documento, que será emitido por um profissional da área de saúde, deve atestar que o aluno está em dia com as vacinas consideradas obrigatórias.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Antônio Carlos Nardi, a lei garante a imunização, principalmente das crianças, que necessitam ser levadas pelos pais ou responsáveis para serem vacinadas. “A vacinação é fundamental no combate às doenças. Ao longo da história, as vacinas já ajudaram a reduzir a incidência da poliomielite, sarampo e tétano. Não podemos esperar a população adoecer para agirmos”, afirma.

Para mais informações, consulte a Instrução Normativa Conjunta n.º 01/2018 – Seed/Sesa.

Confira o cronograma completo da Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Rematrículas
7.º a 9.º ano do ensino fundamental
2.ª e 3.ª série do ensino médio
De 19 a 30 de novembro
Matrículas Iniciais
6.º ano do ensino fundamental e 1.ª série do ensino médio
De 3 a 7 de dezembro
Cadastro de Espera de Vaga Escolar (Ceve)
A partir de 10 de dezembro
Convocação para matrículas a partir de janeiro de 2019

+ Notícias

18/05/2024

Aumentam registros de violência contra crianças e adolescentes

Nas últimas duas décadas, foram mais de nove mil pacientes atendidos no Hospital Pequeno Príncipe por maus-tratos; violência sexual predomina
17/05/2024

Pequeno Príncipe mobilizado pelo Rio Grande do Sul

Iniciativas vão desde teleconsultas a crianças e adolescentes em parceria com hospital gaúcho até mobilização de profissionais
15/05/2024

Como falar sobre as enchentes com as crianças?

Hospital Pequeno Príncipe destaca a importância de agir com sensibilidade e estar atento aos sinais de sofrimento manifestados pelos pequenos
13/05/2024

É normal a criança ter amigos imaginários?

A criação desses personagens é comum no desenvolvimento infantil, mas veja alguns sinais que indicam atenção a essa prática
09/05/2024

Ministra da Saúde visita área onde será o Pequeno Príncipe Norte

Nísia Trindade de Lima destacou a importância do projeto e da instituição para a saúde infantil do país
07/05/2024

Hospital se destaca em encontro internacional por ações ambientais

Instituição é a única entre as organizações de 12 países a ter um indicador em saúde ambiental 
Ver mais