Paciente Douglas Ramirez Martins - Hospital Pequeno Príncipe

Paciente Douglas Ramirez Martins

“Na véspera de Natal de 2015, o Douglas foi diagnosticado com leucemia. Ficamos quase três anos tratando a doença e, quando faltavam oito sessões de quimioterapia para acabar o protocolo, ele teve uma recaída. Mesmo em tratamento, meu filho recaiu e precisou vir a Curitiba para fazer o transplante de medula óssea. Uma das médicas que nos encaminhou para cá era daqui da cidade, foi residente. Ela nos disse que só encaminha os pacientes dela para o Pequeno Príncipe, que é o melhor hospital para tratar esses casos infantis. Receber a notícia de que você tem que sair da sua cidade, da sua casa, para ir tratar tão longe é bem complicado. Tudo o que fizemos no Hospital foi pelo SUS e não precisamos pagar por nada. Por todos os hospitais que já passei, o Pequeno Príncipe foi muito diferente, o melhor que já fui. A equipe de enfermagem é nota 10, muito atenciosa. Gostei muito da equipe médica também, que está de parabéns.”

Lusmilla Ramirez Quiroga, mãe de Douglas Ramirez Martins. Vindo de Porto Velho, no estado de Rondônia, o paciente, de 14 anos, foi submetido, em 2019, a um transplante de medula óssea no Hospital Pequeno Príncipe.

Ver menos