Pré-natal e consultas periódicas são fundamentais para o diagnóstico precoce das Cardiopatias Congênitas - Hospital Pequeno Príncipe

Fala, Doutor

Pré-natal e consultas periódicas são fundamentais para o diagnóstico precoce das Cardiopatias Congênitas

16/06/2020

12 junho é lembrado como o Dia da Conscientização da Cardiopatia Congênita. O Hospital Pequeno Príncipe reforça a importância do autocuidado para crianças e adolescentes com essas enfermidades, que são caracterizadas pela malformação na estrutura ou na função do coração. Essa malformação na estrutura ou na função do coração pode ser descoberta ainda na gravidez, por meio de exames, e tratada no início da vida da criança. Por isso, o acompanhamento pré-natal e as consultas periódicas com um pediatra são fundamentais para obter o diagnóstico precoce e garantir o tratamento adequado da doença.

 

+ Fala, Doutor.

21/11/2022

Surdez em crianças e adolescentes

De acordo com a OMS, até 60% dos casos de perda auditiva poderiam ser evitados por meio das vacinações, acompanhamento pré-natal, realização da triagem neonatal e tratamento de doenças inflamatórias do ouvido.

21/11/2022

Doação do cordão umbilical

Você sabia que o cordão umbilical, além de ser responsável pela conexão com a placenta e a troca de nutrientes, oxigênio e excreta, também pode ser doado para salvar vidas? Saiba como!

09/11/2022

Colesterol também é doença de criança

Implementar bons hábitos alimentares desde cedo ajuda a reduzir as chances de um exame de colesterol alterado, principalmente quando há histórico da doença na família da criança.

04/11/2022

Estomatite em crianças

Entenda o que é a estomatite em crianças, o que causa a doença e como prevenir.

04/11/2022

Obesidade infantil – parte 2

A melhor forma de evitar o aparecimento de novos casos de obesidade, especialmente em crianças e adolescentes, é a prevenção. Hábitos saudáveis devem começar já na introdução alimentar da criança, evitando a oferta de alguns produtos até os 2 anos de idade.

19/10/2022

Obesidade infantil

A cada ano que passa, o aumento no número de casos de obesidade na população pediátrica chama atenção. De acordo com dados do Ministério da Saúde, só no Brasil, estima-se que mais de seis milhões de crianças e adolescentes estejam acima do peso e três milhões delas já tenham evoluído para obesidade.

Ver mais