Complexo, Hospital

Tradicional Missa de Natal celebra os 99 anos do Pequeno Príncipe e inspira pacientes da instituição

Em mais um ano, o Padre Reginaldo Manzotti exaltou a vida com pacientes, familiares e colaboradores do Hospital

Esperança, amor, fé. Sentimentos que permearam o ano que vai ficando para trás e devem permanecer no ano que está por vir. Esses foram os desejos do Padre Reginaldo Manzotti que, em mais um ano, celebrou a vida dos pacientes e também os 99 anos do Hospital Pequeno Príncipe durante a tradicional Missa de Natal que ocorreu na noite dessa terça-feira, dia 4.

Antes da cerimônia, o padre visitou as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) do Pequeno Príncipe e deixou um toque de amor e esperança aos meninos e meninas que não poderiam participar da missa. “Além de passar pelas UTIs, deixei na capela do Hospital uma imagem de Santas Chagas. Para que vocês, mesmo nos momentos de desespero ou fraqueza, tenham a certeza de que Deus acolhe cada lágrima”, disse o Padre Reginaldo Manzotti, ao iniciar a celebração.

No início da missa, a enfermeira-chefe do Centro Cirúrgico do Pequeno Príncipe, Irmã Lourdes Nogueira, lembrou que esta celebração de ação de graças também faz parte das comemorações dos 99 anos do maior hospital pediátrico do Brasil. “Agradeço ao Padre Reginaldo por participar desse momento com a gente. Não poderíamos encerrar esse ciclo sem a bênção de quem faz com que nos sintamos ainda mais amados por Deus. Mais do que nunca, estamos preparados para o centenário do nosso amado Hospital”, comemorou.

Pais, pacientes e colaboradores lotaram a Praça do Bibinha para participar da emocionante celebração de Natal. Já tradicional na instituição, a missa é festiva e contou com músicas religiosas e natalinas. Deixou, ainda, a energia e a luz da esperança pelos corredores do Pequeno Príncipe, para que o Hospital possa continuar transformando milhares de vidas a cada ano.

+ Notícias

Faça sua doação