Complexo, Hospital

Pequeno Príncipe sedia reunião técnica da Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde

Encontro contou com a presença de profissionais representando a maioria dos hospitais de Curitiba, além de instituições de saúde de São José dos Pinhais e Ponta Grossa

A experiência do Hospital Pequeno Príncipe no uso racional de antimicrobianos foi tema da reunião técnica da Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde (Sbrafh) realizada nesta quinta-feira, dia 3. Cerca de 80 profissionais representando a maioria dos hospitais de Curitiba, além de instituições de saúde de São José dos Pinhais e Ponta Grossa, marcaram presença no evento.

O uso de antimicrobianos é um assunto de constante preocupação e estudos entre os profissionais de saúde, pois envolve questões como resistência bacteriana e indicações inapropriadas, o que podem resultar em grandes riscos para a saúde dos pacientes. “Depois dos analgésicos, os antibióticos – principalmente os profiláticos, ou seja, de prevenção – são os medicamentos mais usados nos hospitais”, pontuou a presidente da Sbrafh – PR, Marinei Campos Ricieri, que também atua como farmacêutica clínica no Pequeno Príncipe. “Após as primeiras 72 horas de administração, já é possível fazer uma análise detalhada e crítica da situação clínica do paciente para verificar se o antibiótico prescrito está surtindo efeito, se é preciso mudar ou até parar”, acrescentou o médico infectologista Fábio de Araújo Motta.

Durante a reunião técnica, os palestrantes apresentaram resultados positivos da atuação dos 10 anos do serviço de Farmácia Clínica do Pequeno Príncipe, com destaques para indicadores alcançados na UTI Cardiológica. “Hoje, temos um farmacêutico clínico exclusivo para essa unidade de terapia intensiva, que se dedica para a análise de antimicrobianos. Como resultados, o tempo de hospitalização foi reduzido e também houve redução econômico-financeira”, apontou Motta.

Sobre as reuniões técnicas da Sbrafh – PR
Este encontro faz parte de um projeto pioneiro idealizado pela Sbrafh – Regional do Paraná, que tem por objetivo a capacitação e a troca de experiências entre farmacêuticos hospitalares. “Promovemos encontros mensais com temas diversos para que os profissionais possam conhecer as vivências dos demais hospitais e melhorar cada vez mais as suas próprias ações internas em prol de uma assistência segura e efetiva”, completou a presidente da Sbrafh – PR. A próxima reunião técnica será realizada no dia 31 de agosto, no Hospital Erasto Gaertner. O assunto em destaque será Análise econômica como indicador de impacto de intervenção farmacêutica.

 

+ Notícias

Faça sua doação