Orelha de Abano como proceder neste caso? - Hospital Pequeno Príncipe

Fala, Doutor

Orelha de Abano como proceder neste caso?

23/12/2013

Seu filho nasceu com orelhinha de abano? Se acalme… o mais importante neste caso é saber que com o tempo, se isso for um problema para os pequenos, eles vão reclamar. A chamada orelha de abano é um problema que afeta em torno de 2 a 5% da população mundial, um índice considerado pequeno, mas que afeta muito a qualidade de vida de quem sofre com isso. Para explicar melhor quando e como realizar a cirurgia corretiva, o cirurgião plástico do Pequeno Príncipe, Ovídio Lacerda Ferreira, conversa com o Fala Doutor.

+ Fala, Doutor.

21/11/2022

Surdez em crianças e adolescentes

De acordo com a OMS, até 60% dos casos de perda auditiva poderiam ser evitados por meio das vacinações, acompanhamento pré-natal, realização da triagem neonatal e tratamento de doenças inflamatórias do ouvido.

21/11/2022

Doação do cordão umbilical

Você sabia que o cordão umbilical, além de ser responsável pela conexão com a placenta e a troca de nutrientes, oxigênio e excreta, também pode ser doado para salvar vidas? Saiba como!

09/11/2022

Colesterol também é doença de criança

Implementar bons hábitos alimentares desde cedo ajuda a reduzir as chances de um exame de colesterol alterado, principalmente quando há histórico da doença na família da criança.

04/11/2022

Estomatite em crianças

Entenda o que é a estomatite em crianças, o que causa a doença e como prevenir.

04/11/2022

Obesidade infantil – parte 2

A melhor forma de evitar o aparecimento de novos casos de obesidade, especialmente em crianças e adolescentes, é a prevenção. Hábitos saudáveis devem começar já na introdução alimentar da criança, evitando a oferta de alguns produtos até os 2 anos de idade.

19/10/2022

Obesidade infantil

A cada ano que passa, o aumento no número de casos de obesidade na população pediátrica chama atenção. De acordo com dados do Ministério da Saúde, só no Brasil, estima-se que mais de seis milhões de crianças e adolescentes estejam acima do peso e três milhões delas já tenham evoluído para obesidade.

Ver mais