Desidratação no verão - Hospital Pequeno Príncipe

Fala, Doutor

Desidratação no verão

29/01/2018

No verão, a pele sua mais e a perca de líquidos e sais minerais pode ser mais recorrente quando a hidratação não é feita de maneira correta e eficaz.

No início, os sintomas são mais amenos, mas não podem ser ignorados. Em instantes pode ir de a boca seca à confusão mental. E, em casos extremos, levar a morte. A nutricionista Maria Emília Albuquerque explica o que é a desidratação, como evitá-la e o que fazer caso ela ocorra.

E alerta: isotônicos e sucos industrializados não são indicados a crianças e adolescentes.

+ Fala, Doutor.

21/11/2022

Surdez em crianças e adolescentes

De acordo com a OMS, até 60% dos casos de perda auditiva poderiam ser evitados por meio das vacinações, acompanhamento pré-natal, realização da triagem neonatal e tratamento de doenças inflamatórias do ouvido.

21/11/2022

Doação do cordão umbilical

Você sabia que o cordão umbilical, além de ser responsável pela conexão com a placenta e a troca de nutrientes, oxigênio e excreta, também pode ser doado para salvar vidas? Saiba como!

09/11/2022

Colesterol também é doença de criança

Implementar bons hábitos alimentares desde cedo ajuda a reduzir as chances de um exame de colesterol alterado, principalmente quando há histórico da doença na família da criança.

04/11/2022

Estomatite em crianças

Entenda o que é a estomatite em crianças, o que causa a doença e como prevenir.

04/11/2022

Obesidade infantil – parte 2

A melhor forma de evitar o aparecimento de novos casos de obesidade, especialmente em crianças e adolescentes, é a prevenção. Hábitos saudáveis devem começar já na introdução alimentar da criança, evitando a oferta de alguns produtos até os 2 anos de idade.

19/10/2022

Obesidade infantil

A cada ano que passa, o aumento no número de casos de obesidade na população pediátrica chama atenção. De acordo com dados do Ministério da Saúde, só no Brasil, estima-se que mais de seis milhões de crianças e adolescentes estejam acima do peso e três milhões delas já tenham evoluído para obesidade.

Ver mais