Quando o diagnóstico do câncer infantojuvenil é feito precocemente, 80% dos casos podem alcançar a cura. Fique atento aos sinais e consulte sempre um especialista.

A assertividade do tratamento depende da precisão do diagnóstico. Exames como os realizados pelo Laboratório Genômico Pequeno Príncipe – como Biologia Molecular, Citometria de Fluxo, Anatomia Patológica e Citogenética Molecular – diagnosticam com exatidão o tipo de câncer, o que é fundamental para o sucesso do tratamento.

As vacinas contra o HPV e hepatite B, aplicadas na infância e que são disponibilizadas pelo Centro de Vacinas Pequeno Príncipe, também contribuem para a prevenção de alguns tipos de câncer que se desenvolvem com o decorrer dos anos. Essas doenças normalmente são silenciosas e, quando os sintomas aparecem, já estão em fase avançada.

Serviço de Hemato-Oncologia do Hospital Pequeno Príncipe

De forma pioneira, há mais de 50 anos o Pequeno Príncipe cuida de crianças com doenças hemato-oncológicas e é uma referência nesse tipo de tratamento. Só em 2020, ano de pandemia, foram registrados 5.567 atendimentos ambulatoriais e 2.987 sessões de quimioterapia, sendo que 80% dos pacientes pelo SUS. Além da excelência técnico-científica do tratamento oferecido, no Pequeno Príncipe os pacientes recebem cuidado humanizado e podem contar com o apoio de profissionais de outras 31 especialidades oferecidas no Hospital. Dessa forma, recebem um atendimento integral, que favorece ainda mais a recuperação.
O Serviço de Transplante de Medula Óssea completa a estrutura oferecida e é um dos maiores do Brasil a atender pacientes exclusivamente pediátricos pelo SUS. Crianças de todo o país são atendidas pelo serviço, que em 2020 realizou 61 transplantes de medula óssea, o que representa 12% dos procedimentos pediátricos feitos no Brasil.

Fique atento aos sintomas e procure um pediatra se identificar qualquer um destes sinais:
Clique para fazer sua doação!