DSC_1178

Complexo, Hospital, Instituto de Pesquisa

Sábado de sol com feijoada e humor em prol da saúde

9ª Risoada, realizada pelo Complexo Pequeno Príncipe, reúne cerca de 450 pessoas no MON

O evento já é tradicional e une duas paixões dos brasileiros: feijoada e humor. À receita, acrescenta-se a adesão da comunidade, o apoio incondicional de parceiros, o patrocínio de instituições, e a doação do tempo e talento dos artistas, como o grupo Os Balangandãs, identificados com a causa da saúde infantojuvenil. E assim, com uma pitada generosa de solidariedade fez-se a 9ª Risoada, que reuniu cerca de 450 pessoas na tarde deste sábado, dia 30, no Museu Oscar Niemayer (MON).

DSC_1178

A Risoada é um evento de mobilização, solidariedade e captação de recursos. “Nossa instituição depende da comunidade e, felizmente, temos recebido apoio ao logo da nossa história. Essa Risoada, que é uma das formas de arrecadarmos, é também uma maneira de agradecermos todo esse apoio, de um jeito gostoso”, ressaltou o diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro. Todo o recurso arrecadado será destinado à continuidade das atividades de assistência em saúde e pesquisa científica do Complexo.

Temperada com trabalho voluntário

DSC_1163Este ano, o evento marcado por oferecer uma comida de qualidade, com pitadas de humor, teve um momento especial. A diretora executiva do Hospital Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro, abriu o cerimonial prestando uma homenagem à presidente da Associação Hospitalar de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro, Ety Gonçalves Forte.

“Minha mãe é uma inspiração para nossas vidas, fonte de amor, e nunca teve medo de sonhar e ousar. Hoje, se as crianças desse país têm um hospital moderno e referência, é porque essa mulher foi muito além do que é possível se imaginar. São 50 anos trabalhando voluntariamente pelo hospital”, destacou a diretora.

Para Ety Gonçalves Forte, ninguém está em um hospital por acaso. “Quando Deus nos encaminha para um hospital é porque temos uma missão, que deve ser cumprida com muito amor”, salientou a presidente da mantenedora.

Temperada com amor

DSC_1040O trabalho voluntário marca a história do Pequeno Príncipe. A feijoada, considerada uma das melhores da cidade, tem o selo de qualidade do Centro Europeu e é temperada com muito amor pelos chefs Sandro Duarte e Dyogo Prado. A dupla, presente no evento desde a sua primeira edição, coordenou uma equipe que envolveu 40 alunos do curso de Chef de Cuisine e Restauranteur e que trabalhou por cinco dias.

DSC_0976“Estamos no projeto desde o primeiro ano. Além de ser importante como aula para os alunos, é importante como forma de se doar, fazer com amor a comida, porque trabalhar com o que se gosta faz toda a diferença”, pontuou o chef Sandro Duarte.

 

Temperada com humor

Miau CDSC_1185arraro, considerado um dos idealizadores do evento, contou que na primeira edição, aceitou o desafio de mobilizar os humoristas em prol da saúde de crianças e adolescentes. “Foi fácil. Na época, me envolvia também na organização e sempre tivemos as portas abertas quando dizíamos que era para o Pequeno Príncipe. Tomou uma proporção enorme e hoje estamos no MON, uma atração turística, e eu só trago os humoristas, ficou muito fácil”, brincou ele.

A edição 2016 contou com as apresentações de Miau Carraro, Emerson Ceará, Felipe Sarrafo (da Cia dos Palhaços), Hélio Barbosa e Thiago Souza, que gentilmente doaram seu tempo e talento.

Temperada com apoio
A Risoada contou com o patrocínio das empresas BRH Sulflex, Centro Europeu, Mondelez, Super Muffato, Nilko, Vivo e da Federação das Indústrias e Empresas do Paraná (FIEP).

A Mondelez é apoiadora desde a primeira edição da Risoada. Eduardo Delábio, diretor de Chocolates para a América Latina, ressalta que a decisão de apoiar o Hospital está baseada na real proposta do Pequeno Príncipe. “É uma instituição séria, com uma história de contribuição incomensurável à sociedade e que atende, de forma direta e indireta, também os colaboradores da Mondelez. E também tem uma proposta, como a nossa, de levar alegria à vida”, afirmou.

Artur Huschler, diretor de pesquisa e desenvolvimento da Nilko, revelou que o apoio ao Pequeno Príncipe é incondicional e vem da fundadora. “A dona Ana é fã do Hospital e sabe da importância da instituição. Ela é o coração da nossa empresa e tem uma relação afetiva com o Pequeno Príncipe, que sempre tem nosso apoio”, disse Huschler.

Para o gerente de sustentabilidade da Vivo, João Zeni, a importância e credibilidade do Pequeno Príncipe são indiscutíveis. “A organização tem um valor para sociedade, além de projetos estruturados e com prestação de contas de forma clara e transparente. É sem dúvida um parceiro sério e que está alinhado com nossa estratégia de sustentabilidade”, ressaltou.

Várias empresas e instituições gentilmente cederam diversos materiais, como decoração, bebidas e alimentos, e apoiaram o Pequeno Príncipe na realização deste evento. Foram elas: Agapanthus, 3 Corações, Frigorífico Tapajós, Cia dos Palhaços, Baggio Pizzeria & Focacceria, Bierhoff Micro Cervejaria, Centro Espanhol do Paraná, MKG Eventos, Serra Verde Express e Cini Bebidas, que apoia a Risoada desde a primeira edição.

+ Notícias

Faça sua doação