Complexo, Hospital

Projeto “Ad Cordis: Ritmos do Coração” recebe grupo Mandala Folk

A ação, que é viabilizada por meio da Lei Rouanet, tem trazido ao Hospital Pequeno Príncipe e instituições parceiras diferentes apresentações musicais. Espetáculos seguem até abril


A manhã desta segunda-feira, dia 25, foi marcada por muita música e alegria no Hospital Pequeno Príncipe. O grupo Mandala Folk trouxe diferentes ritmos da música celta, folk e rock para a instituição e despertou a curiosidade de pais, pacientes e colaboradores. A apresentação faz parte do projeto “Ad Cordis: Ritmos do Coração”.

A formação musical utiliza instrumentos como banjo, violão, baixo, flautas e bateria, entre outros, para proporcionar uma verdadeira viagem sonora ao seu público. “É sempre muito especial estarmos aqui e é muito bom podermos animar as crianças e ver elas felizes, pulando e dançando. Eu me sinto honrado em poder fazer parte desse momento em que elas esquecem que estão em um hospital. É realmente muito gratificante para nós”, disse Thomaz Ozatski, em nome de todo o grupo Mandala Folk.

Formação
O grupo é formado por cinco integrantes que utilizam de sua voz e variados instrumentos para encantar a plateia. Participantes: Mateus Sokolowski, na viela de roda e banjo; Thomaz Ozatski, no violão; Mateus Hoffmann Favreto, no baixo; Pedro Rezende, na flauta; e Guilherme Harder, na bateria.

O projeto “Ad Cordis: Ritmos do Coração”
A iniciativa, que beneficia desde 2018 o Hospital Pequeno Príncipe, é realizada por meio da Lei Rouanet e tem como patrocinadores: Sideral Linhas Aéreas, Grupo GPS, Novartis, Caminhos do Paraná, Grupo Electra, Ademilar, Agrícola Horizonte, Accord Farmacêutica, Ciapetro, Horizons, Cesbe, Nipponflex, Bebidas Nova Geração, Codepe, Tratornew, Nórdica Veículos, Frameport, Ravato, Fagundez Distribuição, Companhia Internacional de Logística, Engepeças, Viposa e Boulos.

+ Notícias

Faça sua doação