prest_contas_aprese_ety (8)

Complexo, Hospital

Prestação de contas do Pequeno Príncipe reúne investidores de São Paulo

Empresas do estado já representam 55% do total de recursos captados pela instituição

No Complexo Pequeno Príncipe, a transparência é um dos valores primordiais. Por conta disso, todos os anos, a instituição realiza um café da manhã em São Paulo para empresas investidoras com sede no estado, a fim de comunicar como e onde serão aplicados os recursos destinados ao Complexo. O evento ocorreu nesta quarta-feira, dia 30, no hotel Staybridge Suites.

Um grupo de 35 parceiros, representantes de 25 empresas, esteve presente no encontro marcado por muita emoção diante dos resultados obtidos, além de networking. Em 2015, os investidores do estado de São Paulo representaram 55% do total de recursos captados pela instituição.

Para a diretora executiva do Hospital, Ety Cristina Forte Carneiro, a presença e apoio dessas pessoas é fundamental. “Nós, do Pequeno Príncipe, conseguimos investir na formação de equipes, em inovação e também fazer ampliações na instituição graças aos recursos captados. Ou seja, graças a vocês, empresas e pessoas físicas investidoras”, declarou. José Álvaro Carneiro, diretor corporativo do Complexo, reiterou: “nós trabalhamos duro para poder devolver às crianças o apoio de vocês”.

Em 2016, o Pequeno Príncipe prevê importantes investimentos na saúde, como a conclusão da obra da subestação de energia, a implantação de uma ressonância magnética e uma nova hemodinâmica, novo Lactário, além da ampliação da área de transplante de medula óssea de 3 para 10 leitos. Somam-se a essas conquistas, a implantação do Biobanco, primeiro banco de tecidos humanos do Paraná, e do Laboratório Genômico.

Para isso, a instituição continuará contando com o apoio da iniciativa privada. “Eu acredito que o potencial do Brasil, de empresas e pessoas físicas que pagam imposto de renda, é gigante. Nós, com certeza, poderíamos fazer muito mais pelo país. Temos que aproveitar essa oportunidade de fazer a diferença dentro do nosso ambiente de trabalho”, relatou Luciana Ezequiel, diretora de recursos humanos da empresa de logística DHL.

A iniciativa é aprovada pelos apoiadores do Pequeno Príncipe. Confira alguns depoimentos:

Alessandra_SEllmer_gerente_corporativa_comunicacao_Atlas_Copco“Apoiamos o Pequeno Príncipe há três anos e todas as vezes que visitamos a instituição ficamos muito satisfeitos, pois vemos a importância da nossa parceria. Sabemos que a saúde no Brasil é complicada e que o Hospital está sempre fazendo o seu melhor. Por tudo isso, estamos felizes e pretendemos continuar investindo nessa causa.” – Alessandra Sellmer, gerente corporativa de comunicações da Atlas Copco.

 

Daniela_agostinho_ banco_votorantim(3)“Nós sempre procuramos apoiar projetos que já sejam bem consolidados, importantes para o futuro do Brasil, e encontramos isso no Pequeno Príncipe. Nós apoiamos um projeto de capacitação de profissionais, assim ajudamos na educação deles e também a saúde no país.” – Daniela Agostinho, analista de sustentabilidade do Banco Votorantim.

 

Juliana_Destro_Banco_Volkswagem“Aqui na empresa essa iniciativa veio na própria diretoria, que já é engajada. Nós temos orgulho de poder participar de uma causa tão nobre quanto essa.” – Juliana Destro, analista de marketing da Volkswagem Serviços Financeiros.

 

 

Flavia_feliz_instituto_triunfo (3)“No Instituto Triunfo, nós fazemos um trabalho bem forte na estruturação de eixos estratégicos de investimento, e a proteção à criança é um deles, muito por conta do projeto do Pequeno Príncipe. Trabalhar com um hospital referência é ótimo, principalmente pelos momentos de transparência, como esse vivido na prestação de contas. Aliar a causa indiscutível da saúde infantojuvenil ao trabalho profissional desempenhado e o amor às crianças não tem como dar errado.” – Flavia Feliz, coordenadora de projetos do Instituto Triunfo.

+ Notícias

Faça sua doação