Complexo, Hospital

Pequeno Príncipe inaugura ampliação do Serviço de Transplante de Medula Óssea

Número de leitos aumentou de três para dez e a instituição passou a ser um dos maiores centros pediátricos do país a realizar o procedimento pelo SUS

_mg_5190-2Uma importante conquista para a saúde infantojuvenil foi celebrada nesta segunda-feira, dia 12, com inauguração das obras de ampliação do Serviço de Transplante de Medula Óssea (TMO) do Hospital Pequeno Príncipe. Os trabalhos foram viabilizados com recursos captados via Renúncia Fiscal por meio do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON).

O Serviço de TMO conta com uma equipe multidisciplinar que atende crianças e adolescentes de todo o Brasil e teve, com as obras, seu número de leitos mais que triplicado – passando de três para dez acomodações, o que fará com que a capacidade de realização de transplantes triplique, gradativamente. Dessa forma, a instituição se torna um dos maiores centros pediátricos para transplante de medula óssea do país pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O chefe do Serviço, Eurípides Ferreira, destacou a transformação pela qual o Pequeno Príncipe passou no decorrer da sua história. “O que antes era um hospital de atendimentos primários e secundários, hoje conta com UTI Neonatal e Cardiologia, entre outros serviços. É um oásis dentro de um cenário de dificuldades enfrentadas na saúde. Ninguém faz nada sozinho e a estrutura é o que permite que o trabalho seja realizado”, disse o médico, que foi o responsável pelo primeiro transplante de medula óssea realizado no país, em 1979, no Hospital de Clínicas, em Curitiba.

_mg_4931-3O hematologista também ressaltou a importância da atuação de Ety Gonçalves Forte, que há 50 anos é presidente voluntária da Associação Hospitalar de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro, mantenedora do Hospital. “São 50 anos de nossa amizade. Dona Ety é uma sonhadora e fez acontecer. Assumimos o compromisso de realizar e com carinho e cuidado tratamos nossos pacientes”, pontuou o médico – que, junto com a chefe do Serviço de Oncologia e Hematologia, Flora Mitie Watanabe, foi homenageado durante o evento.

Presente na cerimônia de inauguração, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, reforçou a relevância da ampliação da estrutura do Serviço de TMO. “O Pequeno Príncipe desenvolve um trabalho sério e é referência no Brasil. Com a sua credibilidade, é exemplo para outras instituições. Essa nova ala é muito importante. São unidades especializadas que dão oportunidade de cura para pessoas que não a tinham. É uma grande conquista”, apontou.

Parceria fundamental
_mg_5009-3A ampliação do número de leitos do Serviço de TMO foi possível graças à colaboração de cidadãos e empresas via Renúncia Fiscal. E essa importante parceria entre governo, sociedade, pessoas físicas e jurídicas, e organizações não governamentais foi salientada pela diretora executiva do Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro. “São agentes que atuam juntos para a melhoria da saúde no país. Queremos fazer sempre mais pelas nossas crianças”, afirmou.

“Ficamos muito felizes em termos nesta segunda-feira um auditório cheio de amigos, que têm como missão salvar vidas ou representar a instituição perante a sociedade. A conquista de hoje realizamos juntos. Se não fosse cada um de vocês, não conseguiríamos”, falou Ety. “Os nossos pacientes precisam de acesso à saúde, de um atendimento resolutivo, de inovação e de disseminação do conhecimento. No Hospital, trabalhamos essas questões de forma integrada”, completou.

Presenças
O evento de inauguração da ampliação do Serviço de Transplante de Medula Óssea do Pequeno Príncipe contou com a presença de médicos e colaboradores da instituição, bem como de diversas autoridades. Além do ministro da Saúde, participaram do acontecimento a vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti; a primeira-dama e secretária de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, representando o governador Beto Richa; o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto; e o procurador de Justiça, Gilberto Giacoia, por exemplo. Também estiveram presentes representantes de empresas e cidadãos que apoiam o Serviço de Oncologia, Hematologia e TMO do Hospital.

 

Reconhecimento do trabalho da instituição
“O Pequeno Príncipe trata os pacientes e os pais de forma carinhosa, com amor, acima de tudo. A saúde é o carro-chefe. Sem ela, não saímos de casa. Obrigada por tudo o que vocês fazem pelas crianças do Brasil e por nos mostrar que é possível transformar vidas.”
Cida Borghetti, vice-governadora do Paraná

“O Pequeno Príncipe traz, com essa inauguração, um grande presente de Natal, triplicando sonhos e esperanças. Com seu trabalho, conseguirá salvar muito mais vidas e levar paz para pequenos pacientes e seus familiares.”
Fernanda Richa, primeira-dama e secretária de Estado da Família e Desenvolvimento Social

“O governo do Paraná tem investido como nunca em Oncologia. O que fazemos não é boa ação, é obrigação. Cada real destinado ao Pequeno Príncipe é usado para salvar mais vidas.”
Michele Caputo Neto, secretário de Estado da Saúde

+ Notícias

Faça sua doação