Complexo, Gols Pela Vida, Hospital

Pequeno Príncipe conquista o 1.º lugar no concurso de fotografia promovido pelo movimento Volleyball Your Way – Vôlei do Seu Jeito

A ação, que envolveu escolas, hospitais e entidades sociais, foi realizada por conta da fase final da Liga Mundial do esporte, disputada em Curitiba no início de julho

A premiação do concurso de fotografia foi realizada no Palácio de Cristal, do Círculo Militar do Paraná, no dia 10 de novembro.

O movimento Volleyball Your Way – Vôlei do Seu Jeito, desenvolvido pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) em parceria com a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e a Federação Paranaense de Voleibol (FPV), realizou na sexta-feira, dia 10, a premiação do concurso de fotografia que envolveu escolas, hospitais e entidades sociais.

A ação, que  promoveu uma abordagem multidimensional reunindo diferentes temas, desde esporte às artes, também teve espaço para a integração social, meio ambiente e sustentabilidade. O Hospital Pequeno Príncipe conquistou o primeiro lugar na iniciativa, recebendo 25 bolas.

A FIVB promoveu o concurso de fotografia nas redes sociais a partir do movimento Volleyball Your Way. Os participantes tiraram uma foto “jogando vôlei do seu jeito” e publicaram a imagem nos seus perfis com as hashtags da campanha. Após o encerramento, três fotos foram selecionadas e os vencedores, juntamente com suas respectivas instituições, foram contemplados com as bolas.

A entrega foi realizada pelo presidente da Federação Paranaense de Voleibol, Neuri Barbieri, durante o intervalo das finais do Campeonato Sub-14 e Sub-16 feminino, que foram realizadas no Ginásio Palácio de Cristal, do Círculo Militar do Paraná, em Curitiba.

O gerente de projetos esportivos do Hospital Pequeno Príncipe, Rodrigo Barp, afirmou que a instituição tem uma relação muito estreita com o esporte em geral e que essa ação foi recebida com muito carinho. “Para nós, foi muito importante participar dessa iniciativa. Ficamos muito felizes em receber os ex-atletas que são ídolos e exemplos para os nossos pacientes. Essas bolas serão utilizadas em uma ação no fim do ano envolvendo o nosso voluntariado e as famílias das crianças e adolescentes para espalhar ainda mais a energia positiva que o esporte tem na vida e recuperação desses pacientes”, destacou..

O movimento teve como embaixadores os ex-atletas Giba, Emanuel e Elisângela (Lili) que visitaram seis colégios, quatro hospitais, três projetos sociais, uma instituição filantrópica e uma militar, totalizando 15 instituições. A mensagem deixada pelo movimento é a de que qualquer pessoa pode jogar vôlei, de todas as formas, com as opções de material que tiver, seja com bola, bexiga ou qualquer outro objeto. A ideia foi celebrar o voleibol em todas as suas formas, independentemente de como ele é jogado, reunindo pessoas de qualquer idade. O movimento foi desenvolvido durante as Olimpíadas Rio 2016, deixando na cidade um legado de pelo menos um ciclo olímpico. A mesma ideia foi transmitida em Curitiba.

+ Notícias

Faça sua doação