Oficina de pintura botânica muda a rotina dos pacientes do Hospital Pequeno Príncipe

Atividade une a arte com a natureza e estimula habilidades artísticas dos pacientes

A união de arte e respeito à natureza dá o tom à oficina de pintura botânica, iniciativa voluntária do Projeto Iguape, realizada no Setor de Educação e Cultura (EDUC) do Hospital Pequeno Príncipe. Até janeiro, as crianças e os adolescentes em tratamento na instituição terão a oportunidade de desenvolver habilidades artísticas, além de conhecerem as riquezas do meio ambiente.

Na atividade realizada nesta terça-feira, dia 19, o encontro foi repleto de trocas de experiências, ideias, inspirações e aquarela. A ação tem o intuito de aguçar o olhar dos participantes e também de levá-los a uma viagem lúdica pela pintura com aquarela sobre flores e árvores.

A oficineira Yvelise Vallim, convidada pelo projeto para conduzir a atividade, comenta emocionada como cada encontro é especial. “Estar aqui é sempre um recomeço. Sempre fico ansiosa, sem conseguir comer direito, como se fosse a primeira oficina que daria aqui. Fico feliz em olhar para o rosto de todos os pacientes e ver que eles sempre saem mais felizes depois de pintar”.

Sobre o Projeto Iguape

Viabilizado pelo Ministério da Cultura por meio da Lei Rouanet, o projeto Iguape prevê a publicação de um livro de fotografias sobre a cidade de Iguape, município localizado no Vale do Ribeira, em São Paulo. Além de trazer imagens da natureza da região, onde localiza-se a maior área preservada da Mata Atlântica, a publicação também vai reunir informações históricas e da cultura local. A distribuição do livro será gratuita. Os patrocinadores do projeto são: Foroni, Propex do Brasil, Grupo Electra, Accord Farmacêutica, Mili, Intertechne, Nipponflex, Ravato, Ciapetro, Nórdica Veículos, Agrosul Catarinense, Prime Energy, Agrícola Horizonte, Tratornew, Engepeças, Fagundez Distribuição, Grupo Comtrafo, Fermac Cargo, Integra e Boulos

+ Notícias

Faça sua doação