Complexo, Doe, Hospital

Noite do Bem celebra as conquistas do Serviço de Oncologia, Hematologia e Transplante de Medula Óssea

Cerca de 240 apoiadores do Hospital Pequeno Príncipe participaram de um jantar especial nessa terça-feira, dia 28, no Espaço Klaine


No Serviço de Oncologia, Hematologia e Transplante de Medula Óssea (OHTMO) do Hospital Pequeno Príncipe, vitórias são comemoradas todos os dias. E ao longo dos seus 49 anos de atividades, essas conquistas têm significado milhares de vidas transformadas. Os resultados dessa trajetória foram celebrados nessa terça-feira, dia 28, na sétima edição da Noite do Bem, que reuniu cerca de 240 apoiadores no Espaço Klaine.

Na ocasião, foi feito um balanço das atividades do Serviço, que foi criado em 1968 e hoje é um dos maiores e mais importantes do país no atendimento a crianças e adolescentes com idades de zero a 18 anos com câncer e doenças do sangue. “Esta é uma oportunidade de prestar contas de tudo o que aconteceu, com a contribuição desse grupo de apoiadores que vemos crescer a cada ano. Muito obrigado por colaborarem para este trabalho”, afirmou o chefe do serviço de TMO, Eurípides Ferreira.

O jantar também foi uma oportunidade para comemorar as conquistas do Hospital, que completou 98 anos de história em 2017. “Vamos fechar mais um ano no azul e com a aquisição de equipamentos e melhorias em nossa estrutura. Tudo isso tem relação direta com a captação de recursos e com o apoio de todos vocês. Temos um desafio difícil e, ao mesmo tempo, muito saboroso, que é o de mantermos contemporânea uma instituição quase centenária que é de Curitiba, é do Paraná, do Brasil e de todos vocês”, destacou o diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro.

“Muito obrigada a cada um aqui presente. A participação de nossos apoiadores e o relato de pacientes e médicos nesta Noite do Bem fazem tudo valer a pena. Que vocês recebam de retorno tudo o que fazem pelas nossas crianças”, completou a diretora executiva do Hospital, Ety Cristina Forte Carneiro.


Conhecimento técnico + grande coração
Com aproximadamente 80% dos atendimentos voltados a pacientes provenientes do Sistema Único de Saúde (SUS), o Serviço de OHTMO diagnosticou um total de 1.146 casos de câncer e doenças do sangue entre 2006 e 2016. Realiza diariamente 35 aplicações de quimioterapia ambulatorial e de 30 a 40 consultas médicas. A cada ano, atende cerca de 120 novos casos – de janeiro a novembro de 2017, já foram 105.

O trabalho de uma equipe multidisciplinar garante o sucesso do serviço, que é referência nacional. A coordenadora de Oncologia e Hematologia, Flora Mitie Watanabe, reforçou a importância dessa atuação em conjunto. “Nosso sonho era investir e ter uma equipe que pudesse dar continuidade a esse trabalho. E Deus nos abençoou com profissionais maravilhosos, nos quais confiamos muito. Eles têm bastante conhecimento técnico e um grande coração, que é o que importa de fato no tratamento das crianças”, salientou.

Uma das milhares de vidas transformadas
Ao logo de quase cinco décadas, milhares de crianças e adolescentes tiveram suas vidas transformadas pelo trabalho dos profissionais do Serviço de OHTMO. Uma delas foi Luana dos Anjos Silva. Durante o jantar, ela contou que, aos 16 anos, recebeu o diagnóstico de um tumor ósseo no fêmur. “Hoje, aos 21 anos, eu trabalho e vou começar a minha faculdade. Sou muito grata a toda a equipe por tudo o que foi feito por mim. Quero dizer que se daqui até o resto da minha vida eu conseguir ajudar 1% do que vocês me auxiliaram quando precisei, serei a melhor pessoa do mundo”, concluiu.

 

Confira mais depoimentos do evento
“É uma satisfação saber que o evento começou pequenininho lá atrás, quando uma sementinha foi plantada, e depois fomos vendo tudo crescer. É maravilhoso. E ainda uma oportunidade de encontrar os amigos, fazendo o bem na Noite do Bem.”
Danilo Hauser, da Bauart Empreendimentos

“Neste ano, temos 240 pessoas aqui. É uma emoção chegar neste local e ver o salão lotado, com os amigos de sempre, que estão engajados nesta causa conosco. Estamos todos juntos e esse bem que fazemos volta para a gente. Ficamos muito felizes com isso.”
Marjorie Geiger Hauser, da Geiger Indústria de Máquinas

“Há três anos, começamos a apoiar o Hospital Pequeno Príncipe e ficamos muito felizes em poder contribuir. É uma pequena ajuda diante do trabalho incrível feito pela instituição, e esperamos poder ajudar cada vez mais – temos trabalhado para isso. Com certeza, vamos seguir juntos por bastante tempo.”
Eduardo Giaretta, da Nex Energy

“É um grande prazer participar de um evento como esse, em celebração às atividades do Pequeno Príncipe, pois o Ministério Público vê o Hospital como um parceiro, que oferece um importante serviço para a sociedade curitibana e paranaense. Quando o Ministério Público do Trabalho reverte multas ou indenizações para a instituição, sabemos que é para uma entidade séria, que trata as crianças e os adolescentes com carinho, dedicação e extremo profissionalismo e competência.”
Procurador Iros Reichmann Losso, do Ministério Público do Trabalho

+ Notícias

Faça sua doação