Complexo, Hospital

Noite do Bem celebra as conquistas na luta contra o câncer infantojuvenil e os 97 anos do Hospital Pequeno Príncipe

Em sua 6.ª edição, o evento mobiliza empresários e cidadãos que contribuem para a manutenção do Serviço de Oncologia, Hematologia e Transplante de Medula Óssea (OHTMO) da instituição

dsc_9084
A diretora executiva do Hospital Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro, acompanhada dos proprietários do Espaço Klaine, Geraldo e Célia, e do chef Nilson Castro: parceria em prol da saúde infantojuvenil.

 

O 97.º aniversário do Hospital Pequeno Príncipe, comemorado nessa quarta-feira, dia 26, teve direito a uma grande celebração pela vida com a realização da 6.ª edição da Noite do Bem. O evento, que tem renda revertida em prol dos trabalhos do Serviço de Oncologia, Hematologia e Transplante de Medula Óssea (OHTMO) da instituição, reuniu cerca de 250 empresários e cidadãos socialmente responsáveis no Espaço Klaine.

Uma grande ação entre amigos e em favor da saúde infantojuvenil garante o sucesso da iniciativa, que beneficia milhares de meninos e meninas de todo Brasil. O Serviço de Oncologia e Hematologia do Hospital Pequeno Príncipe é atualmente o maior do Paraná voltado exclusivamente a crianças e adolescentes, de acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde, e está entre os mais importantes do país.

dsc_8822
Cerca de 250 pessoas participaram do evento.

A área iniciou suas atividades em 1968, quando passou a oferecer atendimento a pacientes oncológicos e hematológicos. Em 48 anos de atuação, firmou-se como referência no tratamento de tumores sólidos e doenças hematológicas malignas e não malignas. A diretora executiva do Hospital Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro, agradeceu a confiança e o apoio de todos. “Que vocês possam levar para suas famílias e amigos a felicidade que compartilhamos aqui hoje, a importância de fazermos de cada dia o mais especial de todos”, finaliza.

O casal de empresários Marjorie e Danilo Hauser, por exemplo, mobiliza esforços em favor da causa. “É emocionante ver o crescimento desse projeto e a participação das pessoas”, diz Danilo. “Temos aproximadamente 60 amigos com a gente aqui esta noite, é realmente muito gratificante perceber como entenderam a importância dessa ação”, reitera Marjorie.

Além do casal Hauser, são de fundamental importância para a realização da Noite do Bem os também padrinhos Many e Dinho Elache, que desde 2009 doam seu tempo e dedicação para garantir o êxito do jantar beneficente. “É surpreendente. Um projeto que começou como um sonho e que conseguimos colocar em pé. Hoje, fiquei feliz ao ver que temos muitos colaboradores novos dentro da iniciativa. E os resultados apresentados são uma vitória imensa”, observa Dinho.

Depoimento

A noite também teve direito a surpresas mais que especiais. O depoimento de Hugo Martins de Oliveira, ex-paciente do Pequeno Príncipe que venceu a luta contra o câncer, foi comovente. Hoje, aos 30 anos, o menino simples de Astorga, cidade do interior do Paraná, superou inúmeros obstáculos, formou-se em Medicina e agora faz residência no setor de oncologia da instituição em que se tratou na adolescência. “É um investimento no amor e no carinho. Estar de volta aqui, ao lado da doutora Flora, é muito gratificante”, fala.

dsc_9096
Os médicos Hugo Martins de Oliveira, Eurípides Ferreira e Flora Mitie Watanabe: histórias unidas pela amor à causa da saúde infantojuvenil.

Bastante emocionados, os médicos Eurípides Ferreira, chefe do Serviço de Transplante de Medula Óssea, e Flora Mitie Watanabe,  coordenadora do Serviço de Oncologia e Hematologia do Hospital, agradeceram o apoio de toda sociedade, que permitiu os avanços nos trabalhos desenvolvidos nos últimos anos. “Passamos por esse mundo para poder servir e só posso agradecer pelo compromisso da instituição, de todos os colaboradores e colegas para o desenvolvimento de todo esse projeto”, saliente Eurípides. “Temos uma equipe jovem, comprometida, que faz tudo valer a pena. São histórias maravilhosas que nos impulsionam a cada dia, apesar de todas as dificuldades. Queremos tratar da melhor maneira nossas crianças e adolescentes para que possam se recuperar, se curar e realmente se tornar cidadãos que, a exemplo do doutor Hugo, tenham a oportunidade de compartilhar com toda sociedade suas conquistas”, diz Flora.

 

O apoio de Geraldo Klaine, proprietário da Espaço Klaine, permitiu a realização de mais uma edição da Noite do Bem. “Sem dúvida alguma, esse é o melhor investimento que todo empresário pode fazer. Ter a oportunidade de ajudar as pessoas e fazer a diferença para milhares de crianças e adolescentes é uma sensação indescritível”, comenta.

Menu

Com 28 anos de atividades na área da gastronomia, o chef Nilson Castro comandou os trabalhos na cozinha do Espaço Klaine. Dos finger foods ao prato principal, o ingrediente principal foi a solidariedade. “Além do segredo de buscar o equilíbrio, para agradar todos os paladares, é uma grande satisfação fazer parte de uma ação tão nobre”, resume.

Os convidados também foram brindados com uma mesa repleta de doces especiais, além de café e outros quitutes disponibilizados pelos patrocinadores. A 6.ª edição da Noite do Bem teve patrocínio da Mondelëz International, Vivo, Espaço Klaine, Bauart Construções e Empreendimentos, Geiger Indústria de Máquinas, Sindicombustíveis – PR, além dos apoios da Esalflores, Bubbaloo, Lacta, Marca Laser e Letícia Scheneider.

Desafios
Confira as metas do Serviço de Oncologia, Hematologia e Transplante de Medula Óssea (OHTMO) do Hospital Pequeno Príncipe para o ano de 2016:

* Ampliar a capacidade para realização de transplante de medula óssea, de 3 para 10 leitos. Isso significa triplicar a capacidade da instituição para a realização do procedimento em pacientes de todo o Brasil.
* Manutenção e sustentabilidade da estrutura física e das equipes clínica e psicossocial, garantindo o funcionamento do Serviço de Oncologia, Hematologia e Transplante de Medula Óssea.
* Oferecer tratamento de qualidade a crianças e adolescentes de todo o Brasil, independentemente da condição social, viabilizando a realização de exames e a compra de medicamentos e insumos de alto custo (a maioria deles não custeados pelo SUS).
* Investir na qualificação e atualização da equipe de médicos e multiprofissionais que compõem o Serviço de Oncologia, Hematologia e Transplante de Medula Óssea, por meio de treinamentos e intercâmbios de experiência em centros de referência internacional em oncopediatria.
* Investir na pesquisa avançada em oncologia, contribuindo para a precisão do diagnóstico, para indicativos de tratamentos personalizados e, sobretudo, para o diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil, que dobra as chances de cura dos pacientes.

+ Notícias

Faça sua doação