lancamento_livro_thelma_autocuidado_05_2015 (1)

Complexo, Hospital

Livros de poesia para o combate à violência infantojuvenil são lançados no Pequeno Príncipe

Em uma iniciativa inédita, a Campanha Pra Toda Vida provocou reflexões sobre o tema em oficinas com o público-alvo

lancamento_livro_thelma_autocuidado_05_2015 (66)Para auxiliar no combate à violência contra crianças e adolescentes, o Complexo Pequeno Príncipe conta com duas ferramentas muito especiais: os livros de poesia “Eu Sei de Mim” e “Eu sei de mim. Ah! Sei sim!”, da autora Thelma Alves de Oliveira. As obras foram lançadas no Hospital Pequeno Príncipe, no final da tarde desta quarta-feira, dia 27, e fazem parte da Campanha Pra Toda Vida. Em complemento aos versos, as ilustrações de Gabriel Rischbieter relatam o cotidiano da criançada e propõem reflexões conscientes e inconscientes como instrumentos de proteção. “Esse é o resultado de um trabalho bastante gostoso. Espero que esse seja o primeiro de muitos”, declarou Rischbieter.

O conteúdo dos livros visa despertar a importância do autocuidado por meio da literatura. A poesia atua como um personagem principal nessa missão de dar leveza a um tema que sempre é difícil e muitas vezes um tabu. A diretora executiva do Hospital, Ety Cristina Forte Carneiro, destacou que a produção e o lançamento das obras era um sonho antigo.”Há oito anos, fizemos parcerias com diferentes grupos de profissionais de abordagem e identificação, e para denúncia. Nosso sonho era chegarmos às crianças e concretizamos isso agora. Sou uma grande admiradora da Thelma e adoro o Gabriel. Fiquei muito feliz com esse encontro”, comemorou a diretora.

Em um discurso emocionado, a presidente e voluntária da Associação Hospitalar de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro, Ety Gonçalves Forte, falou da importância do olhar no cuidado com as crianças, principalmente nos dias de hoje, onde a violência está por todos os lados. “Deus manda anjos que são escolhidos à dedo para cuidar das nossas crianças, e este livro é um instrumento deste cuidado”, comentou.

Para a autora o livro, foi uma bela oportunidade de ter uma perspectiva diferente do que se está acostumado a trabalhar na violência. “A ideia é trazer um pouco de ternura e abrir um canal de diálogo. O caminho para combater a violência é o amor”, ressaltou Thelma.

O pré-lançamento dos livros ocorreu nessa terça-feira, dia 26, especialmente para pais e pacientes do Hospital. O evento foi realizado na recém-inaugurada biblioteca O Pequeno Príncipe, que garantiu um clima aconchegante para a roda de leitura com a autora.

Oficina_Thelma_IPhone (21)Sobre a obra
Cada um dos livros contém dez poemas que abordam universos de diferentes faixas etárias. “Eu Sei de Mim” é voltado para um público de três a oito anos, e “Eu sei de mim. Ah! Sei sim!”, de nove a 12.

“Os livros pretendem ser um instrumento para garantir direitos, proteger e educar para autonomia. Seu propósito é ajudar os adultos a darem proteção e cuidado suficientes, mas também contribuir para que as próprias crianças percebam situações que as colocam em risco e, principalmente, saibam como lidar com elas”, afirmou a autora.

Além de promover uma melhor relação educativa no processo de leitura entre pais e filhos, as publicações ainda podem ser úteis aos profissionais que trabalham com crianças na educação, saúde, assistência social, arte e cultura, como uma forma de iniciar conversas, discussões e outros métodos educativos.

Sobre a autora
Thelma Alves de Oliveira é formada em Psicologia e também em Educação Física, com especialização em administração pública pela Fundação Getúlio Vargas. Sua trajetória profissional é marcada pela atenção às crianças. Coordenou o programa estadual Recriança – Irmão Menor e exerceu a diretoria técnica da Fundação de Ação Social do Paraná (Faspar), responsável por programas sociais voltados a crianças e adolescentes.

Thelma ainda foi secretária do Conselho Estadual dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes e, posteriormente, sua presidente por duas gestões. Também esteve à frente do Instituto de Ação Social do Paraná e da Secretaria de Estado da Criança e Juventude. Foi coordenadora nacional do Sistema Socioeducativo na Secretaria Nacional dos Direitos Humanos, e atualmente é assessora da diretoria do Complexo Pequeno Príncipe.

+ Notícias

Faça sua doação