Livro e exposição virtual “Cem Anos de um Hospital de Crianças” celebram a trajetória de mais de um século do Hospital Pequeno Príncipe - Complexo Pequeno Príncipe

Complexo, Doe, Faculdades, Gols Pela Vida, Hospital, Instituto de Pesquisa

Livro e exposição virtual “Cem Anos de um Hospital de Crianças” celebram a trajetória de mais de um século do Hospital Pequeno Príncipe

A obra, dividida em dois volumes (um com textos e outro com imagens), será distribuída gratuitamente no sistema drive-thru ou por meio do pagamento de frete

A obra, dividida em dois volumes, celebra a história de mais de um século do Pequeno Príncipe.

Há mais de um século, o Pequeno Príncipe transforma a vida de crianças e adolescentes de todo Brasil. Essa trajetória de conquistas em prol da saúde infantojuvenil é tema do livro “Cem Anos de um Hospital de Crianças”, lançado neste sábado (21/11) em uma live especial. A obra, dividida em dois volumes (um com textos e outro com imagens), percorre a importância do protagonismo feminino nesse processo, destaca os diferenciais da instituição, entre outras curiosidades.

Escrito pela antropóloga Geslline Giovana Braga, a publicação – dividida em sete capítulos – foi concebida de forma não cronológica, permitindo uma leitura autônoma de suas partes. “Conforme a pesquisa avançou, foi notório o aparecimento de certos temas recorrentes nas falas dos entrevistados ou no cotejar dos documentos, como: protagonismo feminino, memórias, caridade e filantropia, assistência, humanização e especialidades médicas. Faz parte do método etnográfico priorizar as categorias dos sujeitos da pesquisa para análise”, comenta a autora.

Geslline durante a live de lançamento do livro. Foto: Aleksander Schoeffel

Para Geslline, o trabalho foi uma grande descoberta. “Eu nunca tinha entrado no Hospital Pequeno Príncipe. Apenas o conhecia por meio do que é veiculado na imprensa. Assim que comecei a pesquisa me encantei, especialmente pelo entusiasmo dos médicos com a assistência igualitária oferecida para todas as crianças”, reitera.

Entre os temas abordados, vários chamaram a atenção da escritora. “Sem dúvida, o que mais me chama atenção na história do Pequeno Príncipe é o protagonismo de mulheres admiráveis em momentos históricos diferentes: das mulheres dos Grêmios das Violetas e Bouquet, que fundaram a Cruz Vermelha, o Instituto de Higiene e  a Escola de Puericultura, que contribuíram com a construção do Hospital de Crianças; as mulheres da família do médico. Raul Carneiro, que com outras mulheres fundaram a Associação de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro, nos anos de 1950; a chegada transformadora de Dona Ety, nos anos de 1960, que sem dúvida é inspiração hoje para suas três filhas – Ety Cristina, Patrícia e Tatiana Forte”, finalizou.

O livro de imagens é um importante documento histórico. Ele apresenta recortes de jornais, fotos antigas e contemporâneas, revelando a historicidade do Complexo Pequeno Príncipe, que é formado pelo Hospital, Faculdades Pequeno Príncipe e Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe.

Prefácio e live

O diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro, também participou da live. Foto: Aleksander Schoeffel

O prefácio da obra é assinado por José Álvaro da Silva Carneiro, diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe. “Hoje somos uma grande e centenária árvore que todos os anos oferece flores, frutos e sementes e segue crescendo. A cada ano, nossos pacientes, alunos e famílias nos polinizam com sua energia. Somos quase 2.500 colaboradores e perto de 400 médicos, todos oferecendo seu saber e energia a quem nos procura. Com orgulho, temos consciência da nossa responsabilidade como centro de excelência em nossas áreas de atuação. Sinto, pelos corredores do Hospital, da Faculdades e do Instituto de Pesquisa, a presença dos ideais das pioneiras e o forte compromisso com a busca constante pelas melhores práticas, sempre de forma madura e sistêmica”, avaliou.

Além de Geslline e José Álvaro, participou também da live o diretor técnico da instituição, o médico Donizetti Dimer Giamberardino Filho. O especialista reforçou que o diferencial do Pequeno Príncipe é o capital humano. “A instituição valoriza as pessoas e cuida de todos com igualdade. O foco é o melhor tratamento e o desenvolvimento completo da criança.  Estou aqui há 46 anos e sempre aprendendo”, observou.

A live contou com as participações de José Álvaro da Silva Carneiro, Geslline Giovana Braga e do médico Donizetti Dimer Giamberardino Filho. Foto: Aleksander Schoeffel
Diferentes gerações de mulheres são responsáveis pela história centenária do Pequeno Príncipe.

Exposição

O projeto oferece uma exposição virtual (www.umhospitaldecriancas.com.br) que se relaciona com diversos aspectos do livro, oferecendo ao público a possibilidade de ouvir memórias de médicos, gestores e outras pessoas cujas biografias se cruzam com a do Pequeno Príncipe, em galerias de áudios e imagens. No site, o público pode solicitar um exemplar gratuito, mediante o pagamento do frete. Para dinamizar a distribuição, nos dias 21 e 28 de novembro, das 14h às 18h, haverá um drive-thru em um dos estacionamentos do Hospital Pequeno Príncipe (Avenida Iguaçu, 1.503), momento em que os interessados poderão retirar o seu exemplar gratuitamente.

A obra também está sendo distribuída gratuitamente no sistema drive-thru. Foto: Lucas Amorim

Também foi impresso um material pedagógico, que traz sugestões de uso do livro publicado como material paradidático e transdisciplinar para professores. Esse material irá compor um kit que, com a obra, será distribuído para professores da rede pública de ensino de Curitiba e região metropolitana.

+ Notícias

Faça sua doação