Campanha_Jovens_Talentos_2015_04_16 (22)

Complexo, Hospital

11ª edição do programa Jovens Talentos

A oportunidade é destinada aos universitários de 17 a 24 anos e os interessados podem se inscrever até o dia 22 de novembro

Com o objetivo de propiciar o contato com profissionais e instituições de diversos segmentos, além de ajudar na captação de recursos para contribuir com a causa da saúde infantojuvenil do maior hospital pediátrico do Brasil, o Complexo Pequeno Príncipe abriu as inscrições para mais uma etapa do programa Jovens Talentos. A iniciativa está na 11ª edição e as inscrições iniciam nesta segunda-feira (12) e se estendem até o dia 22 de novembro.

O programa, criado em 2009, é voltado aos jovens universitários, de 17 a 24 anos, das áreas de Comunicação, Marketing, Economia, Administração, Direito, entre outros. A seleção acontecerá de 23 de novembro a 10 de dezembro, com o início das atividades previsto para 15 de fevereiro de 2016. O estágio dura em torno de cinco meses, sendo que os jovens que se destacarem têm a oportunidade de integrar a equipe de Novos Projetos ou alguma outra área do Complexo Pequeno Príncipe.

Quase 100 estudantes passaram pelo programa, desenvolvendo o trabalho em equipe, de forma cooperativa e atingindo as metas previstas, com mais de 10 mil empresas impactadas. Durante o processo, os participantes vivenciam a área comercial, de relacionamento com clientes e desenvolvimento de projetos.

Experiência

Novos_Projetos_Luisa_Erasmo (2)Os responsáveis pela ação acreditam que, além do interesse por um trabalho desafiador, é importante que os jovens sejam ligados à causa social e tenham interesse nela. Para Erasmo dos Anjos e Luísa Trento, ex-jovens talentos que participaram do programa no primeiro semestre deste ano, a experiência foi enriquecedora profissionalmente e também uma grande lição de vida.

Novos_Projetos_Luisa_Erasmo (1)De acordo com Erasmo, além do aprendizado na área comercial, a experiência abriu seus olhos para o mundo e fez com que pensasse muito mais no próximo. “Sabemos que o desenvolvimento só acontece quando estamos fora da zona de conforto e, ao final do projeto, nós percebemos que não somos mais os mesmos. Crescemos muito, aprendemos muito, conquistamos muito, conhecemos centenas de pessoas incríveis e ajudamos milhares”, pontua.

Luísa confessa que participar do Jovens Talentos não se compara com nenhuma outra experiência de estágio que já vivenciou. “A realidade que o país enfrenta na área da saúde me chocou, mas foi justamente por conta desse quadro deficitário e por reconhecer a luta dos profissionais envolvidos, que abracei a causa com mais empenho e dedicação. Descobri que não há limites quando há vontade de mudar”, finaliza.

+ Notícias

Faça sua doação