Complexo, Doe, Gols Pela Vida, Hospital, Instituto de Pesquisa

Jovens estrangeiros trocam experiências culturais com pacientes do Hospital Pequeno Príncipe

Estudantes de Honduras, Panamá, Cuba e Togo compartilharam um pouco da realidade e tradições dos seus países por meio do projeto Ciranda do Saber

O projeto Ciranda do Saber permite uma grande troca de experiências.

Iniciativa do Setor de Educação e Cultura (Educ) do Hospital Pequeno Príncipe, o projeto Ciranda do Saber permite que voluntários possam trocar experiências sobre diversos assuntos com os pacientes, pais, responsáveis e colaboradores da instituição. No dia 28 de setembro, por exemplo, estudantes estrangeiros revelaram curiosidades sobre seus países e também aprenderam um pouco mais sobre a cultura do Brasil.

Jovens de Honduras, Panamá, Cuba e Togo falaram sobre as tradições, as comidas típicas e a cultura de cada país. A conversa foi bastante animada e muitas experiências foram compartilhadas entre os pacientes e os estudantes. Guilherme Wagner França, 16, aprendeu um pouco sobre cada lugar. “Nós conhecemos bastante coisas sobre a cultura deles e eles um pouco da nossa. Foi muito legal participar da conversa”, afirma.

Zilma Wagner estava acompanhando o filho e também achou o bate-papo superinteressante. “Eu achei muito legal e bacana o esforço dos jovens. Nós descobrimos muitas coisas”, afirma a mãe de Guilherme.

Anadelmis Lao é de Cuba e contou que já tinha conhecido outras instituições, mas que a experiência no Pequeno Príncipe foi incrível. “Vocês são muito legais. Não são todos os hospitais que têm essa disponibilidade de receber a gente. Eu gostei muito”, conta.

Fabiola Weber, analista de projetos educacionais do Núcleo Tandem da UFPR, conta que o grupo sempre visita instituições e que desta vez os participantes resolveram conhecer o Hospital. “A ideia de conhecer o Pequeno Príncipe surgiu porque muito deles vão estudar Medicina e, além disso, a troca cultural é muito importante”, conta.

No final, os jovens prepararam uma surpresa: o grupo cantou a música “Meu Abrigo”, da banda Melim, para os pacientes. Uma tarde, com certeza, muito emocionante.

+ Notícias

Faça sua doação