DSC_0142

Complexo, Faculdades, Hospital

Internacionalização é um dos desafios da FPP para 2015

Unidade educacional do Complexo Pequeno Príncipe, que completou uma década em 2014, teve outras importantes conquistas – como a abertura do curso de Medicina

A abertura do curso de Medicina e a internacionalização são diferenciais da FPP.
A abertura do curso de Medicina e a internacionalização são diferenciais da FPP.

Uma das exigências do MEC na avaliação dos cursos é o processo de internacionalização das instituições de ensino superior. Na Faculdades Pequeno Príncipe, por exemplo, as parcerias com entidades estrangeiras e o intercâmbio para os acadêmicos é uma tendência que só tende a crescer em 2015.

Vários estudantes hoje estão em renomadas instituições internacionais, graças a programas como o Ciência Sem Fronteiras. “O programa foi prorrogado por mais 5 anos, de 2015 a 2020. Nossos estudantes são muito elogiados”, observa o coordenador da ação e do curso de Biomedicina, Rogério Vaz.

A diretora-geral da FPP, Patricia Rauli, lembra que a internacionalização é a nova área de avaliação do MEC. “Estive em Lisboa recentemente, com certeza logo teremos outra importante parceria internacional”, fala.

Além da internacionalização, outra importante conquista da FPP em seu 10.º aniversário foi a abertura do curso de Medicina. Fora isso, a participação dos acadêmicos em projetos de Iniciação Científica teve um aumento de 80%. “Esse é um diferencial para a formação nas avaliações do MEC”, observa Patricia Rauli. A aprovação do Programa de Mestrado Acadêmico de Ensino nas Ciências da Saúde foi outro importante feito da instituição em 2014.

Para mais informações sobre cursos e outras ações da unidade educacional do Complexo Pequeno Príncipe, acesse www.fpp.edu.br.

 

 

 

+ Notícias

Faça sua doação