Gols Pela Vida, Hospital

Ídolo do futebol, Alex lança documentário sobre sua carreira e aproxima importantes nomes do esporte do Pequeno Príncipe

O evento reuniu craques como Zico, Rivellino e Gilberto Silva na capital paranaense. Além de participarem da première do filme, os convidados acompanharam ações durante todo o dia para conhecer as causas do Hospital

Parceiro do Hospital Pequeno Príncipe, o ex-jogador Alex, ídolo do futebol com passagens por clubes como Palmeiras, Cruzeiro e Coritiba, fez do evento especial de lançamento do documentário que percorre sua trajetória de sucesso no esporte mais uma ação para divulgar e sensibilizar outros esportistas para a causa da saúde infantojuvenil. Grandes nomes do futebol brasileiro, como Pepe, Afonsinho, Rivellino, Zico, Paulo Cézar Caju e Gilberto Silva, vieram a Curitiba para a première do documentário “Alex Câmera 10”, realizada na noite dessa segunda-feira, dia 18, e se dispuseram a conhecer histórias da instituição, que há quase um século atende crianças e adolescentes de todo país.

Alex, que se tornou ídolo na Turquia ao defender o Fenerbahçe, com direito a uma estátua em tamanho real colocada próxima ao estádio do clube, intermediou, juntamente com os produtores do filme,  um almoço entre os ex-craques e o diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro, com o objetivo de difundir os trabalhos realizados em prol da infância e da adolescência. “Eu sempre digo que a luta diária dos nossos pacientes faz uma analogia aos jogos e esportes como um todo. Um dia ganhamos, outro perdemos, mas estamos sempre em busca de melhorar e vencer, vencer. Além disso, a visibilidade que os esportistas trazem para programas como o Gols pela Vida e para toda a instituição é fantástica,” ressaltou Carneiro.

O Hospital por dentro

Depois do almoço, alguns craques seguiram para o Hospital Pequeno Príncipe para conhecer de perto a realidade da instituição. Visitaram alguns serviços, tiraram fotos e relembraram boas histórias.

No Serviço de Hematologia, Oncologia e Transplante de Medula Óssea, uma surpresa: o paciente Gabriel Cordeiro da Cruz, de 10 anos, apaixonado por futebol, não escondeu a emoção de conhecer os ídolos que só tinha ouvido falar por relatos ou em materiais de arquivo exibidos na tevê ou na internet. “Ah, eu lembro que já me contaram do seu Pepe, o senhor jogava com o Pelé, não era?”, questionou aos risos Gabriel.

Se para o adolescente a experiência foi inesquecível, para os ilustres visitantes o encontro também foi marcante. “Eu já estive aqui há dois anos e lembro muito do paciente que conhecemos. Hoje o Gabriel é mais um que vai ficar para a minha vida. Eles são guerreiros e nos passam alegria e força. Gosto muito do trabalho de todo o Hospital”, contou o campeão do mundo de 1970, Paulo Cézar Caju.

 

Gols pela Vida

Por meio do Programa Gols Pela Vida, os ex-atletas que visitaram o Pequeno Príncipe também receberam medalhas que simbolizam cada um dos 1.283 gols marcados pelo parceiro e padrinho do Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe. As medalhas foram entregues pelo Gabriel.

 

Fechando com chave de ouro

Nessa terça-feira, dia 19, o ídolo do cruzeiro e ex-meia da seleção brasileira de futebol, Dirceu Lopes, aproveitou a passagem pela cidade por conta do do lançamento do longa para também visitar o Hospital.

 

Uma história de sucesso em “Alex Câmera 10”

Alexsandro de Souza, o Alex, também conhecido como “Menino de Ouro”, deixou os gramados no fim de 2014. Sua trajetória de sucesso dá o tom ao documentário “Alex Câmera 10”, um filme de Adriano Rattmann & Cauê Serur, que reúne depoimentos de personalidades do futebol e mostra cenas inéditas de bastidores.

O filme, que tem duração de 97 minutos, deve ser uma das atrações do CINEfoot – Festival de Cinema de Futebol, e logo depois deve estrear nas principais salas de cinema do Brasil. “Eu estou feliz e emocionado, mesmo não me achando merecedor de tudo isso. E estar rodeado de craques que fizeram parte das minhas histórias com certeza potencializou ainda mais esse momento. Quando eu jogava, sabia da importância que eu tinha para os clubes que representava. Mas não imaginava que quando eu parasse também viveria isso, esse momento. Me sinto honrado e muito grato”, expôs Alex em coletiva de imprensa que ocorreu momentos antes do lançamento.

Parceiro do Hospital Pequeno Príncipe, Alex é um dos embaixadores do Programa Gols Pela Vida. O diretor corporativo do Complexo Pequeno Príncipe, José Álvaro da Silva Carneiro, prestigiou o pré-lançamento que aconteceu em um evento fechado no Cinépolis Pátio Batel, nessa segunda-feira, dia 18, e aproveitou para estreitar relações com o ídolo Zico, entregando uma das medalhas do Projeto Medalhas, pertencente ao Programa Gols Pela Vida.

+ Notícias

Faça sua doação