Complexo, Doe, Gols Pela Vida, Hospital

Pequeno Príncipe recebe mais uma apresentação do projeto “Ritmos do Coração: Ad Cordis”

A iniciativa, realizada com recursos captados através da Lei Rouanet, promove shows de artistas locais no Hospital e em instituições parceiras

O grupo Mandala Folk tem a proposta de levar músicas em ritmos irlandeses ao seu público, com uma mistura de rock, celta e folk.

Nesta segunda-feira, dia 23, mais uma atração musical trouxe alegria aos pacientes do Pequeno Príncipe por meio do projeto “Ritmos do Coração: Ad Cordis”. Realizada através da Lei Rouanet, a iniciativa conta com apresentações de artistas locais no Hospital e em instituições parceiras. Durante o ano, mais de 18 atrações vão trazer diferentes ritmos às crianças, adolescentes, familiares e colaboradores.

O projeto ainda prevê duas apresentações dos renomados músicos Yamandu Costa e Renato Borghetti com renda revertida integralmente ao Hospital Pequeno Príncipe. A primeira será em Curitiba no dia 6 de setembro, no Teatro Guaíra, e a segunda será em Nova York, nos Estados Unidos, no dia 20 de outubro.

A atração

O grupo Mandala Folk tem a proposta de levar músicas em ritmos irlandeses ao seu público, com uma mistura de rock, celta e folk. Essa foi a segunda apresentação do grupo no Hospital Pequeno Príncipe. “A experiência de tocar aqui no hospital é sempre incrível. A instituição tem um foco em ações culturais, acolhendo as crianças tanto na parte de medicina quanto com música, teatro e dança. É uma honra participar desse projeto, uma alegria imensa”, relata o integrante do grupo, Mateus Sokolowski.

Durante as apresentações do Mandala Folk, diversos instrumentos são utilizados, como bateria, flauta, violão e também a viela de roda – conhecida na Inglaterra como hurdy-gurdy (um  instrumento de corda medieval tocado com manivela) e que despertou a curiosidade dos pacientes. “Essa é a primeira vez que estou tocando aqui no hospital e foi uma experiência incrível e muito gratificante. É sempre uma novidade se deparar com projetos assim, ainda mais quando você tem a oportunidade de participar”, concluiu Pedro Santos de Rezende, outro integrante do grupo.

+ Notícias

Faça sua doação