DSC_0252

Complexo, Hospital, Instituto de Pesquisa

Diretora do Pequeno Príncipe recebe a Ordem Nacional da Legião de Honra da França

Ety Cristina Forte Carneiro é a primeira mulher paranaense a ser condecorada como cavaleira pelo governo francês. Honraria foi instituída em 1802 por Napoleão

A noite de sexta-feira, 17 de julho, entrou para a história do Complexo Pequeno Príncipe. A diretora executiva, Ety Cristina Forte Carneiro, foi a primeira mulher paranaense a receber o título de cavaleira da Ordem Nacional da Legião de Honra da França (Légion d’Honneur). A honraria foi instituída em 1802 por Napoleão e é concedida pelo presidente da França.

DSC_0318Ety foi escolhida pelo governo francês pelos serviços prestados em defesa do direito à vida, especialmente à causa da saúde infantojuvenil. A cerimônia de entrega da fita vermelha, símbolo do título, foi realizada durante a comemoração dos 70 anos da Aliança Francesa de Curitiba.

O Símbolo

“A Ordem Nacional da Légion d’Honneur é a maior condecoração do governo francês para reconhecer méritos de civis e militares. É um símbolo forte da nossa república que representa valores cívicos e o sacrifício para um interesse comum”, explicou a cônsul-geral da França em São Paulo, Marie-Christine Lang.

A cônsul destacou que, em 1971, o Hospital se “casou” para sempre com a França. “Foi naquele ano que o Hospital de Crianças foi batizado de Hospital Pequeno Príncipe. O Hospital é reconhecido com prêmios e por ser pioneiro. É reconhecido pela Fundação Saint Exupéry pelos valores que possui. Essa cerimônia tem um significado particular, celebrar o vínculo entre o Hospital e a república francesa”, afirmou.

DSC_0085A inspiração

“É uma alegria muito grande receber a comenda Legião de Honra da França. Fico muito feliz e tenho essa emoção ampliada pela minha família. Preciso declarar minha admiração pelo trabalho dos meus pais, Ety e Luiz, especialmente à minha mãe, eterna inspiração. Artista que é, desenhou um hospital onde todas as crianças são pequenos príncipes e com ela eu aprendi que ideias e cores não brigam e que nós devemos ousar nos nossos sonhos”, emocionou-se Ety.

DSC_0091A homenageada fez questão de fazer um agradecimento especial aos filhos e ao esposo. Citou também vários companheiros de caminhada do Pequeno Príncipe e outras instituições, como o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca). “Fico muito feliz e compartilho esse reconhecimento os amigos de coração e causa. O que nos une são os valores universais, o humanismo, a fraternidade, a solidariedade e o desejo de fazê-los presentes no cotidiano das nossas crianças, flores deste planeta.”

A cerimôniaDSC_0073

A cerimônia, que lotou a sede da Aliança Francesa do Batel, em Curitiba, contou com a presença do cônsul adjunto e chefe da chancelaria do Consulado Geral de São Paulo, Louis Sambou, a cônsul honorária da França em Curitiba, Emilie Dely, o cônsul da Albânia e presidente da sociedade consular, Thomas Amaral Neves, da agente consular francesa eleita para a região Sul, Anne Marie Balande Romanelli.

O evento foi prestigiado também pelo vice-presidente da Renault do Brasil, Alan Tisser, pelo diretor tesoureiro da Câmara de Comércio França Brasil, Ivo Charvet, pela representante do Itamaraty, Maria Helena Macedo, secretário municipal de governo, Ricardo Mac Donald Ghisi, e da vice-governadora, Cida Borghetti, entre outras autoridades.

A solenidade contou com o apoio da Apolar Imóveis, que foi representada pelo seu fundador, Joseph Galeano.

Outros homenageados

Com 17 anos de dedicação ao Pequeno Príncipe, Ety faz parte de uma seleta lista de ilustres brasileiros que já foram homenageados, como Gilberto Gil e Jorge Amado. Além deles, a francesa radicada no Paraná Hélène Garfunkel e o paranaense Newton Carneiro, já falecidos, foram premiados. Ambos já ocuparam o cargo de presidência da Aliança Francesa de Curitiba. Carneiro também foi secretário de Estado e deputado federal, quando se tornou presidente da Comissão das Relações Exteriores da Câmara Federal. Newton Carneiro era sobrinho do pediatra Raul Carneiro, que nomeia a mantenedora do Complexo.

Légion d’Honneur

A honraria surgiu em 1802 e é uma forma de reconhecimento do presidente francês aos cidadãos beneméritos em todas as áreas da sociedade. Apesar de ser dedicado a pessoas do país europeu, o governo também condecora estrangeiros de destaque, que apoiam causas defendidas pela nação francesa, como a defesa do direito à vida.

Ao longo dos dois séculos de existência, a entidade sempre prezou pelo reconhecimento de organizações filantrópicas e de indivíduos que demonstram qualidades essenciais para o desenvolvimento humano.

  • Vice governadora Cida Borghetti, durante cerimônia que homenageia a diretora executiva do Hospital Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro. Ela recebeu o título Chevalier de la Légion d’Honneur (Cavaleira da Legião de Honra), a mais importante condecoração da França. O evento foi realizado na Aliança Francesa de Curitiba. - Curitiba/Pr, 17.07.2015 - Foto Jonas Oliveira/AENPr

  • Vice governadora Cida Borghetti com Ety Cristina Forte Carneiro

  • Vice governadora Cida Borghetti, durante cerimônia que homenageia a diretora executiva do Hospital Pequeno Príncipe, Ety Cristina Forte Carneiro. Ela recebeu o título Chevalier de la Légion d’Honneur (Cavaleira da Legião de Honra), a mais importante condecoração da França. O evento foi realizado na Aliança Francesa de Curitiba. - Curitiba/Pr, 17.07.2015 - Foto Jonas Oliveira/AENPr

+ Notícias

Faça sua doação