Consultas agendadas com especialistas ocorrem normalmente no Hospital Pequeno Príncipe

Apesar disso, outros setores da instituição sentem o reflexo da greve de ônibus em Curitiba

O Hospital Pequeno Príncipe está atendendo normalmente as crianças que já tinham consultas marcadas.
No entanto, alguns setores da instituição foram prejudicados por conta da greve de motoristas e cobradores do transporte coletivo. Nesta segunda-feira, dia 26, notou-se a ausência de cerca de 30% dos profissionais de enfermagem e 22 cirurgias não urgentes foram canceladas. Além disso, 50% dos exames e procedimentos da gastroenterologia foram suspensos e as áreas de manutenção e serviços foram afetadas em 80%.

Para minimizar o impacto que a greve causou na cidade, o Hospital disponibilizou transporte nos terminais de ônibus totalizando cinco rotas para que funcionários pudessem vir ao trabalho.

+ Notícias

Ler faz bem para a saúde

Neste Dia Nacional do Livro Infantil, o Pequeno Príncipe reforça a prática da leitura como uma importante ferramenta para a formação de cidadãos mais humanos e conscientes

Faça sua doação